Foto: Reprodução

PROS e o valor inflacionado

A PF coloca mais um partido político do DF na mira. Agora é a vez do PROS de Telma Rufino e Fernando Fernandes administrador de Ceilândia. Segundo as denúncias do conhecido Boa Morte, o desvio do fundo constitucional veio no superfaturamento da confecção dos materiais dos candidatos do partido a deputado distrital. Como sempre, candidatos ficaram a ver navios e amargam dívidas.

No PROS o absurdo supera

O que chamou atenção da justiça eleitoral foram os dados da produção do material. Imagina que o PROS “confeccionou” 6 milhões de adesivos de carro, o que é surreal. Foram gastos 5 milhões na confecção dos materiais dos doze candidatos a deputado distrital nas eleições de 2018. Esqueceram que o Fundo Partidário usado é dinheiro público.

Partidos ou fábrica de corruptos?

Os partidos políticos são verdadeiras fábricas de corrupção. Ao se candidatar já se aprende a fraudar cotas, ser laranja, notas e joga no tabuleiro dos grandes caciques.

Tempo de TV da propaganda eleitoral gratuita

A compra das inserções partidárias por poderosos tubarões de partidos também deverá ser investigada. Eita que as cenas dos próximos capítulos promete.

Senado elege Comissão de Combate à Violência contra a Mulher

A senadora Zeneide Maia do PROS-RS foi eleita presidente da Comissão Mista Permanente de Combate à Violência contra a Mulher no Senado, composta por 12 senadores e 12 deputados. Para a senadora, a mulher não precisa de privilégios, mas sim de direitos.

MPDFT já está de olho nas eleições dos Conselheiros Tutelares

Para garantir a legalidade da eleição para conselheiros tutelares, que ocorrerá no dia 6 de outubro, a Promotoria de Defesa da Infância do MPDFT já está fiscalizando a campanha dos conselheiros que trabalharão nos 40 conselhos existentes no DF. Pressão em servidores por dados sigilosos dos conselheiros que estão concorrendo à reeleição não deverá ocorrer. Se liga.

A dor que causou à revista Época com os milhões de Ibaneis

A revista Época trouxe um artigo dos gastos compulsivos feitos pelo governador Ibaneis e relatou até a buchada de bode que ele consome, entre a compra do avião executivo, que deu carona ao ex-presidente Temer, aos Rolex de 175 mil reais e Monblancs, bezerras, novilhas e até a mansão da QI 05 no Lago Sul. Só esqueceu de relatar que o milhonário Ibaneis não fez carreira com dinheiro do povo, como os deputados ricos ilicitamente com contratos superfaturados. Têm muitos Monblancs dos terceirizados luxando com a grana de leitos dos hospitais públicos e obras superfaturadas esperando uma pauta dessa.

Causou dor na carteira

A matéria da revista Época deixou muita gente pobre metida a besta revendo a conta e a carteira.

Administração do Sol Nascente e Pôr do Sol

A Administração Regional do Sol Nascente e Pôr do Sol está funcionando na 311 no trecho 2, onde funcionava a CAESB.

Cris Oliveira

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.