hospital tagua

Secretaria de Saúde nega notícia publicada em perfil de Chico Vigilante no Facebook. DistritalCOMPRA a briga.

O deputado distrital, Chico Vigilante (PT) publicou em na rede social Facebook,  na tarde de quarta-feira (8/Jul), um post sobre a morte de uma vizinha (8/Jul), em P Sul, bairro da  Região Administrativa de Ceilândia. De acordo com Vigilante Dona Maria da Conceição Batista, estava internada no Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e morreu infectada pela Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase (KPC).

Na rede Vigilante faz um desabafo em relação ao descaso por parte da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF): “Fica aqui a minha indignação por mais essa morte por puro descaso das equipes da Secretaria de Saúde, e o meu pedido ao governador para que zele e respeite os pacientes que precisam atendimento na rede pública.”, afirmou na postagem.

Política Distrital procurou a SES-DF que por meio da Assessoria de Comunicação negou que a paciente estivesse com a superbactéria. De acordo com a SES: “A Secretaria de Saúde informa que os relatórios médicos comprovam que a paciente M.C.J.B não estava colonizada com KPC. ”

Ao blog Política Distrital, Vigilante refuta versão da SES-DF e observa que o marido de Dona Maria da Conceição, Sr. Sebastião informou que os médicos haviam dito que a esposa estava internada no Hospital Regional de Taguatinga (HRT), infectada com a KPC. “Os médicos falaram para ele que ela [Dona Maria da Conceição] estava com a superbactéria. Ela ficou na UTI depois ela ficou no segundo andar isolada. Portanto eu assumi a denúncia. Eu estou afirmando que ela estava com KPC. A Secretaria está dizendo que não estava, ela que prove. Porque os médicos falaram para ela.”, afirmou Vigilante.

“Não existe farsa, a superbactéria é real”

O Blog conversou ainda com um especialista em Saúde pública, que prefere não ser identificado que foi enfático: “A superbactéria é real. Os familiares das pessoas que morreram que o digam. O que se quer é banalizar e fazer com que nos acostumemos com essas superbactérias porque é muito mais difícil fazer prevenção e combate-las. Os gestores se acomodaram e deitaram sobre o discurso que não tem verba e que a Lei de Responsabilidade Fiscal não permite. A culpa é sempre dos outros. Da imprensa, dos servidores, da população. Infelizmente. É isso.”, afirmou.

E o protocolo de isolamento?

Política Distrital tem conversado com diversos servidores da SES-DF sobre a situação dos hospitais. E a informação é que nos hospitais e UPAs do DF o protocolo de isolamento é o que parece ser uma ‘farsa’. Isso porque essas unidades não tem seguido o protocolo, a exemplo do Hospital Regional de Planaltina (HRP) que chegou a isolar dois pacientes com KPC (3/Jul), que estavam internados em enfermaria comum, mas na quinta-feira (8/Jul), voltaram a ser misturados aos demais doentes internados.

Em relação ao caso do HRP, a SES-DF afirmou que o isolamento é desnecessário, no caso dos dois pacientes colonizados com bactérias multirresistentes, é de contato, e que não há necessidade de ficarem em sala isolada.

Rompa a bolsa para entrar, reze para sair da maternidade

Em um vídeo publicado por Vigilante em que o distrital critica outro descaso por parte da SES-DF, mães que após dar a luz, não conseguem receber alta dos hospitais por falta de pediatras para avaliar e dar alta os recém-nascidos e consequentemente, às mães. Vigilante também questiona o tratamento dispensado pela Secretaria, em relação às superbactérias, por causa das declarações de Sousa sobre a farsa da KPC. “É inaceitável o que está acontecendo aqui no Distrito Federal. Eu não vou parar de falar. Eu vou continuar reclamando dessa situação, porque pode ser melhor. Dinheiro tem, falta competência, falta gerenciamento, que os senhores não têm.”, afirmou.

Confira o vídeo:

http://www.politicadistrital.com.br/2015/07/09/morre-no-hospital-regional-de-taguatinga-supostamente-a-sexta-vitima-de-kpc-secretaria-de-saude-nega-infeccao/
Fonte: Política Distrital\ Kleber Karpov
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.