Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Cooperação técnica com Secretaria de Saúde permite que Instituto de Saúde faça seleção de forma mais célere, graças à situação de emergência

AGÊNCIA BRASÍLIA 

A parceria entre a Secretaria de Saúde e o Instituto de Saúde (Iges-DF) pode tornar a ação de combate à dengue mais célere no Distrito Federal. O decreto que instituiu situação de emergência na saúde pública permite a contratação de agentes para atuar na capital e isso poderá ser feito a partir de termo de cooperação técnica entre a pasta e o órgão, evitando burocracia de seleção de empresa.

A situação de emergência compreende o período de 180 dias, contados desde sexta-feira (24). O decreto foi assinado pelo governador Ibaneis Rocha em razão do risco de epidemia de dengue, da potencial epidemia de febre amarela e da possível introdução dos vírus zika e chikungunya – bem como da alteração do padrão de ocorrência de microcefalias no Brasil.

Presidente do Iges-DF, Francisco Araújo conta que o instituto se colocou à disposição para fazer a seleção para contratação dos agentes de saúde que poderão atuar nesse período crítico de combate ao mosquito, conforme permite o decreto. De acordo com ele, se a pasta fosse lançar edital para escolha de uma empresa que fizesse triagem, isso demoraria.

A Secretaria de Saúde confirma que há uma necessidade de contratação de servidores, mas ainda estuda a forma de realização da contratação. Entre dezembro de 2018 e dezembro do ano passado, 47.393 casos de dengue foram registrados. Desse total, 44.311 são de residentes no Distrito Federal e 3.082 em outros estados.

Situação de emergência
Para fortalecer as ações de combate ao Aedes aegypti, o governador Ibaneis Rocha assinou, na sexta-feira (24), o decreto de situação de emergência devido ao risco de epidemia de dengue e outras arboviroses. Isso torna possível e mais ágil as parcerias com outras áreas na realização das ações preventivas, contratações de agentes, aquisição de insumos e materiais, entre outros.

No fim de semana, o Dia D de combate à dengue foi realizado pela Secretaria de Saúde e a Sala Distrital em cinco cidades: Guará, São Sebastião, Sobradinho, Fercal e Planaltina. O objetivo foi  orientar a população sobre as doenças transmitidas pelo inseto e como prevenir o seu aparecimento.


Sintomas
Os principais sintomas típicos da dengue são febre alta, náusea, vômito, manchas avermelhadas pelo corpo, dor de cabeça, dor no corpo, dor em volta dos olhos e sinal de sangramento. Diante desses sintomas, o paciente deve buscar atendimento em uma Unidade Básica de Saúde mais próxima.

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.