21 C
Distrito Federal
sexta-feira, 27 março, 2020

AS QUENTES DA POLÍTICA DO DF

Sete toneladas de massa asfaltica Na última quinta-feira (20), a cidade de Águas Claras passou por uma grande operação para limpeza e recuperação das vias....
More
    - Publicidade -

    Guerra no PSL faz aumentar assédio de partidos a Janaína Paschoal

    Deputada teve 2 milhões de votos

    - Publicidade -



    A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) disse ao Poder360 que, depois de o PSL entrar em guerra consigo mesmo, partidos passaram a fazer convites para ela migrar de sigla. Em sua legenda, ela só perde em popularidade para o presidente da República, Jair Bolsonaro.

    A deputada não quis contar quais legendas a procuraram. “Deixo para os partidos dizerem, se quiserem”, afirmou. Janaína afirma que seguirá no PSL. “A lei sequer permite sair. Mas, mesmo que permitisse, hoje, eu não sairia”.

    Ela diz que não irá nem mesmo para a nova sigla que Bolsonaro trabalha para criar, a Aliança Pelo Brasil. Janaína comentou o assunto em sua conta no Twitter.

    Dentro do PSL, ela só perde em popularidade para o presidente da República. Enquanto o filho 03 de Bolsonaro, Eduardo, teve 1,8 milhão de votos para deputado federal e foi o mais votado do país para o cargo, Janaína teve 2 milhões para a Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

    Advogada e professora da USP, ele ganhou notoriedade na campanha pelo impeachment de Dilma Rousseff. O pedido que embasou a deposição de Dilma é de autoria dela, Miguel Reale Junior e Hélio Bicudo.

    Dentro da Alesp, Janaína é uma deputada bem quista por deputados de direita e de centro. Integrantes do PSDB, por exemplo, dizem que ela seria muito bem vinda, se quisesse. A deputada, porém, rejeita a vida partidária e, sempre que tem oportunidade, defende a possibilidade de candidaturas independentes para cargos eletivos.

    O PSL se encontra rachado em 1 grupo mais próximo do presidente do partido, Luciano Bivar, e outro bolsonarista. Houve, por exemplo, guerra de listas com assinaturas para decidir quem seria o líder da bancada na Câmara. Nesta semana, o presidente da República anunciou que busca criar nova legenda para abrigar a si mesmo e seus seguidores, a Aliança pelo Brasil.

    Fonte: 360°

    Últimas Notícias

    Após tratativas do governo, Gustavo Aires consegue levar iluminação pública em LED à Samambaia.

    Nesta sexta-feira (27/07), foi dado início a implantação de iluminação de LED pela Companhia Energética de Brasília - CEB, nas faixas de pedestres em...

    Motoristas e cobradores deverão usar máscaras e álcool em gel

    Projeto de lei de autoria do distrital João Cardoso, aprovado na última sessão remota da Câmara Legislativa (quarta-feira, 25/03), torna obrigatório o uso de...

    Ceasa faz campanha para estimular venda por “delivery” de pequenos produtores

    As Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF) lançaram uma campanha em suas redes sociais para promover e divulgar a entrega produtos de hortifrúti...

    PMDF prendeu em flagrante arrombadores de lojas no Gama

      Os militares do 9º Batalhão de Polícia Militar prenderam dois homens tentando furtar uma loja de eletrodomésticos do GAMA. Eles foram detidos na noite...

    PM prende suspeitos de arrombar lojas em Santa Maria

    Os policiais militares prenderam três homens suspeitos de arrombar várias lojas em Santa Maria, na madrugada desta sexta-feira (27). Eles foram presos em flagrante...