Agencia Brasilia

O governador liberou 22 milhões na cultura para 72 projetos de cinema do Distrito Federal. Mas está tudo no trem da alegria. Segundo fontes, a verba será gasta sem divulgação de critérios, e o governo acredita que será um bom investimento e que o mercado deve gerar empregos.

O Secretário de Cultura deveria lançar como tema principal para os filmes: a saúde pública da capital do Brasil, que anda sendo acionada na defensoria pública 24h pelos pacientes em busca de um leito de UTI. Ou quem sabe: O socialista e o genocídio inexplicável da inoperância na Rede pública de Saúde. Vai que cola. A sugestão está aí.

Cris Oliveira

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.