Em 2018, 6.388.903 de Bíblias foram distribuídas no país pela Sociedade Bíblica do Brasil, se incluirmos folhetos bíblicos e livretos o volume passa a 235 milhões de exemplares com mensagens do Livro Sagrado.

Considerando o total de Escrituras, que inclui Novos Testamentos, livretos, folhetos, publicações infantis e obras acadêmicas, a SBB registrou um aumento de 6% em relação ao ano anterior.

Segundo o Relatório de Distribuição da SBB, foram feitos 1,3 milhão de downloads sendo em sua maioria o acesso gratuito. Os dados de downloads mostram a presença do digital como plataforma para a disseminação da mensagem bíblica.

“Ao trazer uma mensagem de esperança para a humanidade, a Bíblia atravessa gerações e mostra-se sempre atual. Prova disso é sua grande aceitação nos meios digitais, ampliando em grande parcela o potencial de leitores, que também podem ter suas vidas transformadas pela Palavra de Deus”, afirma Erní Seibert, diretor executivo da entidade.

A SBB conta com um parque gráfico destinado exclusivamente à produção de Bíblias e Novos Testamentos – a Gráfica da Bíblia, localizada em Barueri (SP) – e nove unidades regionais espalhadas pelas principais capitais do País. Contribuem também os investimentos em novas tecnologias, que permitem que o livro mais lido traduzido e distribuído do mundo seja acessado facilmente, a partir de computadores, tablets e smartphones. “Por meio do aplicativo YouVersion, podem ser feitos os downloads gratuitos de todas as nossas traduções”, complementa Seibert.

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.