Policiais militares prenderam um homem, acusado de torturar e manter a companheira em cárcere privado, na Ceilândia.

Os militares foram chamados para atender uma de ocorrência agressão à mulher. Ao chegarem ao local, souberam que a vítima estava em cárcere privado deste 25 de dezembro de 2019. Agressões eram filmadas e enviadas para alguns conhecidos do acusado.

Diante dos fatos, vítima, acusado e testemunha foram encaminhados à 15ª Delegacia de Polícia, onde o homem foi autuado em tortura, cárcere privado, Lei Maria da Penha e ameaça.

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.