Foto: Reprodução

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou nesta manhã requerimento de autoria do deputado federal, Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), que solicita a realização de Audiência Pública com a presença de representante da NETFLIX para prestar esclarecimentos sobre o filme “A Primeira Tentação de Cristo”.

Na produção exibida pela plataforma de streaming, o grupo “Porta dos Fundos” encena o retorno de Jesus dos 40 dias no deserto e incita uma relação amorosa entre Jesus e Satanás e ainda sugere que Cristo, Maria e José formariam um triângulo amoroso.

 O republicano caracteriza a produção como vilipêndio conforme art. 208 do Código Penal. “O filme é uma verdadeira afronta aos valores cristão, ultraje a fé e a figura de Jesus Cristo e dos seus discípulos. Nós entendemos que uma obra de arte pode abordar diferentes aspectos a respeito desse período histórico sem fazer nenhum tipo de caricatura ou ofensa à imagem de Jesus. No entanto este filme é uma verdadeira afronta aos mandamentos constitucionais, constitui crime previsto no Código Penal e verdadeira afronta religiosa aos valores cristãos”, afirmou Julio Cesar.

 

Fonte: Assessoria  de Imprensa
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.