20.2 C
Distrito Federal
segunda-feira, 1 junho, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More

    Executivo protocola projeto de lei para prorrogar Simples Candango

    - PUBLICIDADE -




     

    Se a medida for aprovada, feirantes e ambulantes continuarão optando entre os regimes tributários local e nacional

    (Brasília/DF, 27/04/2016) – O Poder Executivo protocolou na Câmara Legislativa, na tarde desta terça-feira (26), projeto de lei que estende a validade do Simples Candango — o regime tributário simplificado do Distrito Federal — até 31 de dezembro de 2017. O texto altera a Lei nº 4.595, de 14 de julho de 2011, que prevê a extinção do programa em 1º de maio deste ano.

    Se o projeto for aprovado, os 2,7 mil feirantes e ambulantes que ainda fazem parte do Simples Candango poderão escolher entre os regimes tributários local e nacional até o fim do próximo ano. Com a prorrogação, o programa seguirá as regras da Lei nº 2.510, de 29 de dezembro de 1999.

    O prazo do Simples Candango foi ampliado quatro vezes desde 2011 — a última, em março do ano passado. “Esse é um pleito dos próprios feirantes, que consideram o regime mais interessante para o negócio deles”, explica o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio. “Diante do cenário econômico do País, é preciso buscar medidas que viabilizem a atividade desses pequenos, mas importantes empreendedores do DF”, completa.

    Enquadram-se no Simples Candango feirantes e ambulantes com faturamento anual de até R$ 120 mil. Com o cadastro no sistema, os comerciantes ficam regularizados na Secretaria de Fazenda e garantem condições simplificadas para o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

    Regime nacional

    A alternativa para quem não fizer parte do Simples Candango é se regularizar como microempreendedor individual (MEI). Para isso, é preciso acessar o Portal do Empreendedor e preencher o requerimento do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), emitido on-line. Os principais requisitos são faturar até R$ 60 mil por ano, ter no máximo um empregado e não ser titular ou sócio de empresa. As compras são limitadas a 80% do faturamento permitido, o equivalente a R$ 48 mil. Paga-se o valor fixo de R$ 45,40 por mês.

     
    Fonte: Agência Brasília 

     

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Homem joga mochila recheada de maconha no telhado para fugir da PMDF

    Um homem foi preso suspeito de tráfico de drogas após abordagem da ROTAM - PMDF no conjunto B2 da QNM 42 de Taguatinga, por...

    PMDF intensifica policiamento e fiscalização em ônibus de transporte urbanos

    Grupo Tático Operacional Rodoviário (TOR) realizou neste domingo, a partir das 21h30, no Posto Policial do 3º Batalhão de Trânsito em Samambaia abordagens aos...

    Suspeitos são detidos com três espingardas e 11 pássaros abatidos

    Dois homens foram detidos pelos policiais militares do Grupo Tático Operacional do 16º Batalhão (Gtop 36) suspeitos de porte ilegal de arma de fogo,...

    PMDF prende ladrões e traficantes no Recanto

    Policiais militares da equipe de ROTAM prenderam 04 pessoas por roubo, posse de arma de fogo, tráfico de entorpecentes e moeda falsa na Quadra...

    PMDF prende foragido em Sobradinho

    Policiais militares do Grupo Tático Operacional do 13º Batalhão (Gtop 33) prenderam um homem com mandado de prisão em aberto, às 19h10 deste domingo...