Foto: Reprodução

Após registrar aumento de casos de feminicídio em São Paulo, a gestão João Doria (PSDB) anunciou nesta quinta-feira, 13, uma campanha publicitária de conscientização da população e de combate à violência contra mulheres no Estado.

No evento realizado no Palácio dos Bandeirantes, zona sul paulistana, o governador também afirmou que só deve voltar a expandir as Delegacias de Defesa da Mulher 24 horas a partir de 2020, por falta de delegadas.

Dados do governo paulista apontam que foram registrados 54 casos de feminicídio entre janeiro e abril, aumento de 54,2% em relação a 2018, quando tinha ocorrido 35 casos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Istoe
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.