Foto: Reprodução

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes disse achar importante o pedido de vista do ministro Dias Toffoli no caso em que a Corte aprecia uma possível restrição ao foro privilegiado.

“A questão do foro é uma questão muito delicada porque tirar do STF não significa que nós vamos ter um modelo funcional lá embaixo”, afirmou em entrevista coletiva depois de sua palestra na XXIII Conferência Nacional da Advocacia Brasileira.

O ministro comentou nesta segunda (27)  a questão do foro privilegiado de deputados. Para Gilmar, a justiça criminal no Brasil como um todo, não só no STF, funciona mal, sendo que um exemplo disso é que pouco mais de 8% dos homicídios são desvendados.

“Vamos passar para os estados  julgar esses parlamentares. Será que vai ser bom? Será que não vamos ter grande influência política lá? Coisa que não ocorre, ou pelo menos não ocorre de maneira visível no STF”, ponderou. “Precisamos analisar tudo isso com muita responsabilidade”.

Kalleo Coura – São Paulo/ Jota Notícias

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.