Foto: Reprodução



Não resistiram aos encantos do Executivo

O deputado distrital Eduardo Pedrosa (PTC) e o deputado distrital Rosevelt (PSB) foram anunciados pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) como parlamentares aliados da base do governo na CLDF. Resta saber qual foi a fatia que os deputados pegaram na estrutura do Governo.

Administração da Estrutural, um dos alvos

Com muita influencia na Cidade Estrutural, o jovem deputado Eduardo Pedrosa (PTC) deverá indicar o novo administrador regional. As articulações de líderes ligados a Pedrosa começarão na campanha da eleição do conselho comunitário que acontecerá dia 19/05. O candidato do deputado Eduardo Pedrosa está a todo vapor, fazendo oposição ferrenha ao atual Administrador Regional. Resta saber quem manda mais, se o Bispo da Igreja Universal ou o Deputado Distrital.

Independente e cheio de cargos no governo

O deputado distrital Robério Negreiros (PSD) resolveu se declarar independente. No começo do governo Ibaneis, o deputado era da base aliada e fez um bom relacionamento com o governador. Se encheu de cargos nomeando Administração do Parque das Cidades, Administração Regional da Fercal e até o Arquivo Público. O deputado Robério tem aproximadamente 100 cargos comissionados no governo Ibaneis, fora indicações na CEB e outras empresas.

Quem comigo não se junta, espalha

O papo clássico do Palácio do Buriti é que se o deputado não está na base, pode tirar seus comissionados. O Governador transferiu as funções da publicação do diário oficial (que era da Casa Civil) para o seu gabinete, justamente para fiscalizar melhor a ponte de um certo coordenador famoso que deve deputados “independentes” e que, sorrateiramente, passa nomeações indicadas por eles despercebidamente. Vem edição extra do DODF por aí…

Traído pelo deputado do partido

Algo não divulgado na saída do ex Vice-Governador Renato Santana da Câmara Legislativa foi que, os grandes beneficiados do PSD na CLDF não foram Renato Santana e Rogério Rosso. Quem deu rasteira na galera do PSD e foi nomeado com CNE, foi o ex-secretário Arthur Bernardes. Renato Santana foi apenas requisitado sem ônus para a CLDF.

 

Cris Oliveira

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.