20.2 C
Distrito Federal
sexta-feira, 29 maio, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More

    Mortes por aids no DF diminuem por dois anos consecutivos

    Números que mostram queda contínua em 2015 e em 2016 estão em boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde nesta segunda (27) MARYNA LACERDA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

    - PUBLICIDADE -



    Há dois anos, o Distrito Federal tem apresentado queda no número de mortes por aids. Após 128 óbitos em 2014, o território teve 114 registros de morte pela doença em 2015, e 112 em 2016, conforme Boletim Epidemiológico de HIV/aids, divulgado nesta segunda-feira (27) pela Secretaria de Saúde, em entrevista coletiva.

    A redução contínua, segundo a pasta, deve-se ao aumento da detecção do HIV e à melhoria da adesão ao tratamento. Isso significa que os diagnósticos para a presença do vírus causador da síndrome são feitos de forma precoce, antes da consolidação da doença no organismo do paciente.

    “Quanto mais cedo detectamos que a pessoa é portadora do vírus, o tratamento tem mais condições de evitar que o sistema imunológico fique comprometido e que o paciente desenvolva aids”, explicou o gerente de Doenças Sexualmente Transmissíveis, da Secretaria de Saúde, Sérgio d’Ávila.

    Em 2017, a pasta registrou 269 resultados positivos para aids e 567 para HIV no DF. A taxa média de contágio é de mil pessoas por ano.

    “Quanto mais cedo detectamos que a pessoa é portadora do vírus, o tratamento tem mais condições de evitar que o sistema imunológico fique comprometido e que o paciente desenvolva aids”Sérgio D’Ávila, gerente de Doenças Sexualmente Transmissíveis, da Secretaria de Saúde

    Desde 2009, a Secretaria de Saúde faz a vigilância dos casos notificados de aids e dos detectados com HIV. As pessoas que vivem com o vírus não necessariamente têm a doença desenvolvida, uma vez que ela é efeito da infecção por HIV, mas pode aparecer muito mais tarde. 

    Homens jovens e mais velhos lideram novos casos de aids no DF

    Ainda assim, os extremos da faixa etária no DF — os mais jovens e os mais velhos — são as parcelas da população com mais incidência de HIV. Pessoas dos 20 aos 24 anos e dos 55 aos 59 anos seguem em tendência de novos casos.

    Em relação ao perfil dos pacientes de HIV/aids, há predominância de homens que fazem sexo com homens: foram 46,5% dos contágios registrados em 2016. Do total, em 62% a transmissão ocorreu por meio de contato sexual.

    Águas Claras, Asa Norte, Cruzeiro, Riacho Fundo e Taguatinga são as regiões administrativas que mais concentraram o aparecimento de novas incidências, de acordo com o boletim.

    Um dos grandes desafios para enfrentar a questão é a retomada das ações de prevenção e a ampliação das estratégias para se evitar o contágio pelo HIV, de acordo com o gerente de Doenças Sexualmente Transmissíveis. “Temos que ter um diálogo muito mais próximo com a comunidade para ela perceber que a aids ainda não tem cura e é um grave problema de saúde pública”, avaliou D’Ávila.

    LEIA TAMBÉM

    BRASÍLIA RECEBE SEMANA DE LUTA CONTRA A AIDS

    Em relação ao redimensionamento de centros especializados — devido à reorganização da atenção primária à saúde —, entre eles, dos que são referência no atendimento a portadores de HIV/aids, o subsecretário de Vigilância em Saúde, Marcos Quito, afirmou que os pacientes continuam sendo atendidos.

    “A população que detém hoje o diagnóstico e aqueles que ainda não o têm se inserem no programa, recebem o medicamento e têm todos os medicamentos e insumos disponíveis dentro da rede do DF”, disse.

    Além disso, segundo Quito, “a equipe técnica que fica nas sete regiões de saúde, nas unidades de referência, tem condições técnicas e estruturais com insumos para manter o monitoramento do HIV/aids”, destacou o subsecretário.

    EDIÇÃO: RAQUEL FLORES

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Nota Legal: indicação de dados bancários começa no dia 1º

    A partir desta segunda-feira (1), contribuintes com pelo menos R$ 25 de saldo no Nota Legal, somados o programa tradicional e o Nota Saúde,...

    OPERAÇÃO DE COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS ACABA COM 8 TRAFICANTES PRESOS PELA PMDF

    Nas últimas 24 horas, oito homens foram presos por tráfico de drogas, mais de 6,650kg de maconha foram apreendidos, além quatro pés de maconha,...

    Museu da Imagem e do Som completa 50 anos em São Paulo

    O Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo celebra 50 anos de existência hoje (29). Com sede nos Jardins, na zona oeste paulistana,...

    Novo Plano Decenal de Energia trará ajustes por causa da pandemia

    O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque informou, nesta sexta-feira (29), que a nova versão do Plano Decenal de Energia (PDE 30), a ser...

    Saúde paga R$ 6 milhões em indenização de licença-prêmio nesta sexta (29)

    A Secretaria de Saúde pagará a 2.003 servidores, na noite desta sexta-feira (29), o valor devido de R$ 6 milhões (R$ 6.000.233,92, mais precisamente)....