18.4 C
Distrito Federal
23/09/2020 - 08:48 AM

As Quentes da política do DF

MP 971/20 em pauta Está em pauta na Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (17), a medida provisória 971/20 que trata do aumento salarial  da força...
More

    VALDELINO BARCELOS PROPÕE NOVAS MEDIDAS ECONÔMICAS PARA O DF DURANTE PANDEMIA



    A proibição do aumento dos preços de produtos e serviços; a ampliação do prazo para pagamento de tributos; e a suspensão de multa e juros pelo atraso das parcelas dos imóveis da Terracap ocupados por instituições religiosas e por empresas do programa Desenvolve DF, são sugestões de medidas de proteção à população do Distrito Federal, durante o plano de contingência contra o coronavírus. A proposta, de iniciativa do Deputado Valdelino Barcelos, foi protocolada e lida nesta quarta-feira (25), na sessão extraordinária remota da Câmara Legislativa. O projeto prevê ainda a suspensão da validade de documentos públicos que necessitem de atendimento presencial para sua renovação.

    Segundo o Deputado Valdelino Barcelos, na justificação do projeto de lei, a parcela mais vulnerável da população, atualmente em isolamento social, não terá condições de arcar com o pagamento das suas dívidas. “Por isso, medidas emergenciais estão sendo sugeridas, com o objetivo de causar o menor dano possível na vida das pessoas e dos empresários, que são os empregadores e movimentam a economia”, defende.

    Novas medidas

    Se aprovado, o projeto vai acrescentar noventa dias para o contribuinte realizar o pagamento do débito referente às parcelas a vencer dos tributos IPVA, IPTU e TLP, junto à Secretaria de Economia do Distrito Federal, sendo proibido qualquer reajuste ou acréscimo de juros.

    Os imóveis de instituições religiosas de qualquer culto, que ocupam terrenos da Terracap, nos termos da Lei Complementar nº 806/2009, no caso de atraso no pagamento das parcelas, enquanto houver restrição decorrente do plano de contingência, não deverão arcar com multa e juros. A regra também se aplica às parcelas das unidades imobiliárias adquiridas pelo programa Desenvolve DF (PróDF II).

    Com a aprovação, também deverá ficar proibido qualquer aumento dos preços de produtos e serviços no Distrito Federal. Deverão ser considerados os valores cobrados em 1º de março de 2020. O descumprimento da lei poderá acarretar em multa ao estabelecimento.

    Ficará suspensa a validade de documentos públicos que necessitem de atendimento presencial para sua renovação ou prorrogação. Após o fim do o plano de contingência contra o coronavírus, as pessoas físicas e jurídicas terão o prazo de trinta dias corridos para requerer a nova validade dos documentos.

    O Projeto de Lei aguarda tramitação nas comissões e votação no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal. A proposta só terá validade de lei depois que aprovada e sancionada pelo poder executivo.
    Fonte: Assessoria

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Rio de Janeiro permanece em Estágio de Atenção por causa da chuva

    A cidade do Rio de Janeiro permanece em Estágio de Atenção na manhã desta quarta-feira (23), por conta da forte chuva que cai desde...

    Bombeiros da Força Nacional vão combater incêndios em Mato Grosso

    O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) envia, nesta quarta-feira (23), 43 bombeiros da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) para auxiliar no...

    São Paulo perde para LDU e se complica na Libertadores

    Jogando na altitude de mais de 2.800 metros de Quito, a LDU derrotou o São Paulo por 4 a 2 no estádio Casa Blanca...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    PF cumpre mandados na 75ª fase da operação Lava Jato

    Policiais federais cumprem hoje (23) mandados de busca e apreensão na operação Boeman, a 75ª fase da operação Lava Jato. São 25 mandados que...

    Casal é preso com revólver em abordagem da PMDF em Planaltina

    Um casal foi preso por porte ilegal de arma de fogo, por volta da 1h desta quarta-feira (23), na quadra 3, conjunto A, Vila...

    Rio de Janeiro permanece em Estágio de Atenção por causa da chuva

    A cidade do Rio de Janeiro permanece em Estágio de Atenção na manhã desta quarta-feira (23), por conta da forte chuva que cai desde...

    Alerj vota impeachment de governador afastado do Rio, Wilson Witzel

    A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) vota na tarde de hoje (23) a resolução que autoriza o prosseguimento do processo de impeachment...

    Refugiados venezuelanos podem contribuir para desenvolvimento do país

    Os venezuelanos que buscam refúgio no Brasil, deixando seu país devido à instabilidade política e à crise econômica, podem oferecer importante contribuição para o desenvolvimento brasileiro....