20.2 C
Distrito Federal
domingo, 31 maio, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More

    Servidores público ganham lei de Política Distrital de Segurança e Saúde no Trabalho

    Nova lei surge com derrubada de veto do Executivo ao PL nº 157/2019 de autoria de Jorge Vianna Por Kleber Karpov

    - PUBLICIDADE -



    A Câmara Legislativa do DF (CLDF) derrubou, na terça-feira (24), o veto do Executivo, ao Projeto de Lei  (PL) nº 157/2019, de autoria do deputado Jorge Vianna (Podemos). O PL cria a Política Distrital de Segurança e Saúde no Trabalho (PDSST). Com a derrubada, o GDF tem um prazo de 60 dias, a contar da data de publicação da Lei Distrital no Diário da Câmara Legislativa, para regulamentar a nova lei.

    Com a nova lei, do PDSST, os servidores, da saúde e, de todos os demais segmentos da administração pública direta e indireta do Governo do Distrito Federal (GDF) devem passar a contar com políticas públicas para Saúde e a prevenção de acidentes de trabalho.

    Para Vianna, os servidores vinculados ao GDF precisavam de uma legislação que resguarde o funcionalismo público, até então, desprotegidos pela ausência de normas específicas ou uma política de saúde e segurança do servidor público, além da falta de políticas de segurança, promoção a saúde e prevenções de acidentes de trabalho afetam a capacidade produtiva desses trabalhadores.

    “Os servidores, principalmente, os da saúde e os professores sempre estiveram suscetíveis a adquirir doenças, provenientes do próprio ambiente de trabalho, ou de acidentes de trabalho, o que só aumentava o índice de absenteísmo dentro do governo, pois, até hoje, eles simplesmente eram direcionados à SubSaúde, eventualmente saíam de licença ou se aposentavam de vez. Com a nova Lei, o GDF deve adotar medidas educativas e preventivas, como a CIPA que ocorre em empresas particulares, o que deve reduzir, significativamente, as incidências de doenças entre os servidores e aumentar a produtividade dos colaboradores do governo.”, disse Vianna.

    Fonte: Jorge Vianna

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Covid-19: equatoriano Juan Cazares, do Atlético-MG, testa positivo

    O Atlético-MG confirmou na tarde de hoje (31) que o meia-atacante equatoriano Juan Cazares, de 28 anos, testou positivo para o novo coronavírus (covid-19). De acordo...

    Aeroporto de Montevidéu é transformado em cinema drive-in

    O Aeroporto de Carrasco, principal terminal aéreo do Uruguai, trocou as decolagens e aterrissagens de aviões por filmes. O estacionamento foi transformado em cinema...

    PMDF apreende dois jovens com armas e pé de maconha

    Dois adolescentes foram apreendidos suspeitos de posse irregular de arma de fogo e uso e porte de drogas no Núcleo Rural Rajadinha III em...

    Manifestantes entram em confronto na Avenida Paulista

    Integrantes de grupos que participavam de manifestação em defesa da democracia e apoiadores do governo federal entraram em confronto na tarde de hoje (31)...

    Auxílio emergencial começa a ser creditado na conta de beneficiários

    A Caixa Econômica Federal informou neste domingo (31) que vai começar a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 diretamente nas...