20 C
Distrito Federal
22/09/2020 - 23:12 PM

As Quentes da política do DF

MP 971/20 em pauta Está em pauta na Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (17), a medida provisória 971/20 que trata do aumento salarial  da força...
More

    Servidor usará TáxiGov para se deslocar no trabalho

    A implantação proporcionará redução de 40% nos gastos com o serviço: de R$ 4,81/km (aluguel) para R$ 2,90/km (aplicativo) AGÊNCIA BRASÍLIA *



    Os servidores do Governo do Distrito Federal (GDF) que utilizam veículos oficiais para realização de atividades em serviço passarão a se deslocar com o TáxiGov. O serviço é um aplicativo de transporte acionado pelo celular ou computador que foi contratado pela Secretaria de Economia (SEEC).

    A nova modalidade será implantada em até 60 dias e proporcionará economia de 40% em relação aos valores atuais. O contrato foi feito com adesão à ata de registro de preços do Governo Federal.

    A economia acontecerá em relação ao valor dos quilômetros rodados. Isso porque o serviço é realizado de acordo com a demanda. Os valores passarão dos atuais R$ 4,81/Km para R$ 2,90/km. Além disso, o atual contrato não inclui serviço de motoristas nem o combustível, valores que estarão inclusos no serviço do TáxiGov.

    Inicialmente serão substituídos 246 veículos alugados para atendimento das demandas de diversos órgãos. O valor total desse contrato é de R$ 2,9 milhões para o período de 12 meses. O contrato será assinado nesta terça-feira (31), com a empresa Vip Service Club Locadora.

    Como o pagamento é feito de acordo com a utilização, os gastos mensais realizados sob demanda giram em torno de R$ 200 mil. Com a economia esperada, o valor pode ser reduzido para R$ 120 mil, o que representa uma economia aproximada de R$ 80 mil mensais.

    O TáxiGov funciona de forma semelhante aos aplicativos que existem no mercado. O servidor entra numa loja de aplicativos (App Store ou Google play), baixa o App em seu celular, realiza um cadastro e espera ser autorizado a se locomover para realização de atividades em local diverso do seu posto de trabalho. O sistema também pode ser acessado pelo endereço: www.taxigov.gov.br.

    O deslocamento dos servidores é permitido para atividades de trabalho como reuniões, entrega de documentos, visitas técnicas, capacitação, entre outras. A rota, o horário de saída e chegada serão registrados e fiscalizados pela comissão executora do contrato. Caso o meio de transporte seja utilizado de forma irregular, o servidor estará sujeito a Processo Administrativo e às sanções da Lei 840 de 2011.

    Sobre o TáxiGov
    O serviço de transporte de servidores e colaboradores da Administração Pública em deslocamentos a trabalho com o uso de táxis começou a ser implementado no Governo Federal em março de 2017. O objetivo é melhorar a oferta de serviços de transporte administrativo ao servidor, com economia, transparência de gastos públicos e eficiência. Na área Federal a medida já proporcionou economia de R$ 17,4 milhões aos cofres públicos.


    Serviço

    Como solicitar uma viagem?

    Pelo celular

    Com o GPS ligado, abra o aplicativo TáxiGov DF

    Insira o endereço do seu destino no campo “onde vamos?” e clique em “avançar”

    Preencha as informações sobre o “motivo de uso do táxi” e clique em confirmar

    Aguarde a chegada do motorista


    Pela web

    Acesse www.taxigov.gov.br, clique em “chamar táxi” e “novo pedido”

    Em “dados da solicitação”, preencha os dados do telefone

    Em destino, clique em “selecionar”, digite o endereço ou escolha no mapa

    Selecione o “motivo de uso do táxi”

    Acompanhe as informações de sua corrida no campo “atendimentos”


    Quando foi assinada a ata?

    A Ata de Registro de Preços do Ministério Da Economia foi assinada em 23/05/2019 e a adesão  para Secretaria de Economia DF , foi autorizada pelo ministério da Economia em 19/11/2019, conforme Ofício nº 70882/2019 ME

    Como funciona o Processo?

    Adesão à ARP do Ministério da Economia

    Contratação de empresa de transporte terrestre ou agenciamento/intermediação de deslocamento terrestre dos servidores, empregados e colaboradores a serviço dos órgãos e entidades da Administração Pública Direta, Indireta Dependente, Autárquica e Fundacional do Governo do Distrito Federal ­ GDF, por demanda, no âmbito do Distrito Federal e Entorno, com disponibilização de solução tecnológica tipo aplicativo de celular compatível, no mínimo, com os sistemas operacionais Android e IOS e que possibilite a operação e a gestão dos atendimentos via sítio Web.

    Qual a economia por ano?

    A contratação pleiteada considerará o quantitativo total estimado de 3.048.726 Km ao ano e o custo de R$2,90/km, o que resulta num custo total anual estimado de R$ 8.841.305,40 (oito milhões, oitocentos e quarenta e um mil trezentos e cinco reais e quarenta centavos), levando em consideração o custo atual do veículo locado somado multiplicado pelos 4.500.844 km rodados pelo atual contrato que resulta em custo anual de 21.649.059,64 (vinte e um milhões, seiscentos e quarenta e nove mil cinquenta e nove reais e sessenta e quatro centavos), resultando em uma economia anual estimada de R$ 12.807.754,24 (doze milhões, oitocentos e sete mil setecentos e cinquenta e quatro reais e vinte e quatro centavos)

    Como são feitas as contas?

    Considerando os custos de locação, abastecimento e mão de obra do motorista, o valor do quilômetro rodado no atual sistema de transporte é de aproximadamente R$ 4,81 (quatro reais e oitenta e um centavos). Com a contratação do novo sistema de transporte o custo do quilômetro rodado será de R$ 2,90 (dois reais e noventa centavos). Na maioria das viagens o motorista deixa o servidor em um local para uma reunião e retorna à base para realizar outros atendimentos. No fim da reunião o motorista se desloca novamente para buscar o servidor. Dessa forma o veículo percorreu quatro trajetos. No novo sistema de transporte teremos o custo de apenas dois trajetos, um de ida e um de volta. Como exemplo podemos citar um deslocamento do Anexo do Palácio do Buriti ao Edifício Corporate, onde no sistema de transporte atual o veículo rodaria 7 km para atendimento a uma demanda de reunião de servidor, resultando em um custo de R$ 33,67 (trinta e três reais e sessenta e sete centavos); sendo que no novo sistema de transporte o custo será relativo a apenas 3,5 km, resultando em R$ 10,15 (dez reais e quinze centavos).

    Quantos carros do GDF são alugados?

    Veículos de passeio dedicados ao transporte de até quatro pessoas atualmente são 246 do contrato que será substituído de acordo com o cronograma de  implantação do serviço taxgov.

    Quando o GDF gastou com os carros alugados, os carros próprios e quanto vai gastar com o novo sistema?

    A nova contratação substituirá somente um contrato de locação de veículo de passeio, no total de 246 veículos. Como informado acima o Custo anual do atual sistema de transporte, relativo somente ao contrato a ser substituído, foi de 21.649.059,64 (vinte e um milhões, seiscentos e quarenta e nove mil cinquenta e nove reais e sessenta e quatro centavos) e com o novo sistema o custo será em torno de R$ 8.841.305,40 (oito milhões, oitocentos e quarenta e um mil, trezentos e cinco reais e quarenta centavos).

    Com informações da Secretaria de Fazenda/DF

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Senado aprova prorrogação do contrato de profissionais de saúde no Rio

    O Senado Federal aprovou hoje (22) a Medida Provisória (MP) 974/20, que autoriza o Ministério da Saúde a prorrogar contratos de trabalho de 3.592 profissionais temporários...

    Senado aprova MP e assegura reajuste da segurança pública

    A Medida Provisória nº 971/2020, que concede reajuste de 25% na Vantagem Pecuniária Especial (VPE) devida a policiais militares e bombeiros e de 8%,...

    Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras

    O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias às empresas distribuidoras foi reajustado em 4% pela Petrobras. O novo valor foi anunciado pela...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Mais prazo para credenciamento do comitê de revisão do Pdot

    A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) anunciou que vai prorrogar por seis meses, a contar desta segunda-feira (21) o prazo de credenciamento...

    Dia Mundial sem Carro ganha ação educativa na Rodoviária do Plano

    Servidores do DER-DF interagiram com o público durante a campanha | Foto: Divulgação/DER-DFNa sequência das atividades em comemoração à Semana Nacional do Trânsito, a...

    Senado aprova prorrogação do contrato de profissionais de saúde no Rio

    O Senado Federal aprovou hoje (22) a Medida Provisória (MP) 974/20, que autoriza o Ministério da Saúde a prorrogar contratos de trabalho de 3.592 profissionais temporários...

    Vagas de até R$ 3,5 mil de salário nesta quarta-feira (23)

    As agências do trabalhador do Distrito Federal estão com 415 vagas de emprego abertas para esta quarta-feira (22). Os salários oferecidos variam entre R$...

    Senado aprova MP e assegura reajuste da segurança pública

    A Medida Provisória nº 971/2020, que concede reajuste de 25% na Vantagem Pecuniária Especial (VPE) devida a policiais militares e bombeiros e de 8%,...