A direção do Hospital Regional de Samambaia (HRSam) está ampliando as dependências da sua farmácia. Uma nova sala está em fase de readequação para ser o espaço de individualização das doses dos medicamentos destinados aos pacientes. A reforma era aguardada desde 2008, terá um custo de até R$ 8 mil e será executada pela empresa de manutenção predial com contrato vigente.

A melhoria consiste na readequação de alguns espaços, com o remanejamento de paredes e luminárias. “Com a reforma, teremos dois ambientes – a sala de doses individualizadas e a Central de Abastecimento Farmacêutico. Também recebemos 14 carrinhos para levar a medicação aos pacientes. Com isso, será possível alcançar 100% de doses individualizadas”, comemora a chefe da farmácia, Quênia Teixeira de Souza.

Atualmente, apenas a Maternidade do hospital não recebe doses individualizadas. A farmacêutica explica que há muitas vantagens em instituir essa forma de dispensação de remédios. “Os medicamentos são verificados por duas pessoas, que organizam os remédios de cada paciente para o período de 24 horas. Com isso, evitamos o acúmulo de medicamentos nas enfermarias ou postos de Enfermagem, evitando a perda do prazo de validade e que se acumulem nesses espaços”, destacou.

Estratégia
Quênia falou sobre essa estratégia: “Assim, aumentamos o controle sobre o estoque, otimizando o uso dos remédios, o que resultará em maior economia. Também conseguimos minimizar os erros na hora de ministrar os remédios, melhorando a segurança do paciente e a efetividade do tratamento”.

Para que esta ampliação seja possível, outros ambientes do hospital também estão passando por readequações. As mudanças tiveram início na segunda quinzena de agosto. A redistribuição das paredes já está concluída e a cerâmica está sendo colocada.

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.