O GDF Presente tem levado transformações para as cidades do Distrito Federal. E uma força-tarefa do programa está instalada em Samambaia. Diversas ações estão acontecendo na região, que envolve além das manutenções e revitalizações diárias, mas também atuações sociais.

Na QR 608, na área norte, havia um grande descarte de entulhos e lixos. O território já está completamente limpo, com o apoio das frentes de trabalho da Secretaria Executiva das Cidades (Secid), Sistema de Lixo Urbano (SLU), Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap).

O maquinário está ativo no local, fazendo a terraplanagem e cercando a extensão com pneus. O objetivo é instalar um campo de areia, para o lazer dos vizinhos que moram ali perto. Ao lado tem um campo sintético, mas pelos entulhos que haviam na localidade, alguns moradores tinham receio de frequentar. “Tenho um filho de seis anos e essa é uma ótima iniciativa. Às vezes a quadra de esportes fica cheia de adultos, mas por causa do lixo, as crianças não podiam brincar nas redondezas. Mas um campo de areia vai ser muito bom”, disse Thaíza Mendes, moradora da QR 608.

No Instituto Federal Brasília (IFB), campus Samambaia, há seis anos era solicitado por parte dos professores e estudantes, para que alguns restos de materiais de construção fosse retirado. O que está sendo concluído com o auxílio do programa. Além disso, outros benefícios chegaram ao Instituto. “Quero agradecer ao GDF, por meio da Administração Regional que nos ajuda muito. Hoje temos a iluminação pública na frente da escola, que beneficia os motoristas e pedestres que passam pela DF-460”, ressalta o diretor-geral do campus, Paulo Henrique, no qual informou que haviam muitos assaltos e sequestros, mas com a iluminação, o índice de segurança ficou melhor. No IFB, circulam de 1.500 a 2.000 pessoas por dia.

“Essa iluminação é um pedido antigo dos alunos que frequentam o IFB. Agradecemos ao deputado distrital Reginaldo Veras, por ter destinado uma emenda que possibilitou essa realização e ao GDF Presente pela atuação na cidade”, completou o administrador regional de Samambaia, Gustavo Aires, que também agradeceu ao governador Ibaneis Rocha por não ter bandeira e nem distinção, com o único intuito de melhorar a qualidade de vida dos moradores.
E as benfeitorias realizadas em Samambaia, não param por aí, havia uma demanda muito antiga dos conselheiros tutelares de Samambaia Sul. A reivindicação dos conselheiros era que o acesso à área fosse melhorado. Na última semana, com o auxílio dos equipamentos e equipes envolvidas no programa GDF Presente, essa intervenção foi realizada com sucesso e despertou grande satisfação para os conselheiros e empresários do setor.

“Sempre solicitávamos esse serviço, a maioria das pessoas que atendemos vem de ônibus, mas da parada para o conselho, não te acessibilidade. Uma vez tive que fazer o atendimento de uma cadeirante lá fora, porque ela não conseguiu acessar o conselho. Mas, agora a gente conversou e em menos de 1 mês, atenderam nossa demanda aqui”, disse Lucas Martins, conselheiro tutelar de Samambaia Sul.

Outras ações
Uma outra ação mobilizou o GDF Presente. Os moradores da 512 pediram o auxílio para a interdição de uma casa que estava acumulando roedores e escorpiões, além de 20 cachorros em situação de abandono, tendo alguns já mortos. O motivo foi que a dona da casa está internada em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e, pelas condições, não conseguiu cuidar dos animais. Mas com a sua autorização, o trabalho foi executado.

Para a moradora da quadra, Francisca Ferreira, que se preocupava com a segurança dos netos e crianças da localidade, por conta das arboviroses, agradeceu ao governo por essa iniciativa. “Vocês estão fazendo uma caridade com a dona da residência, por entender a saúde frágil que se encontra. E também resolver essa situação para nós, moradores”.

Durante a atividade, os cachorros foram levados para a Zoonose, para tratar das condições de saúde e, caso estejam aptos, serão destinados aos abrigos de doações. A Defesa Civil também atuou na ocasião. “Nós viemos avaliar a estrutura da casa, se depois que retirasse os lixos, ainda teria condições de não cair nada e fazer o acolhimento, pois somos um órgão de integração”, disse a psicóloga da Defesa Civil, Benedita dos Santos.

Gustavo Aires, administrador de Samambaia, que recebeu a demanda, pediu a ajuda dos órgãos de governo para realizar essa missão. “Nós entramos em contato com todos que poderiam nos ajudar, inclusive, a Vigilância Sanitária. Só temos a agradecer por essa parceria”, comentou Aires.

RESULTADO

Em apenas uma semana, o GDF Presente recolheu mais de 413 toneladas de lixo e entulho em diversas quadras da cidade.  A operação tapa-buraco recebeu 22 toneladas de massa asfáltica e contemplou as seguintes quadra: 114, 116, 122, 501,503, além de serviços de poda de árvores, serviços de terraplanagem, confecção de quebra-molas, retirada de galhos, roçagem e limpeza e revitalização da quadra 608.

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.