As Quentes da política do DF

0
202

O Governador Ibaneis Rocha (MDB) está de olho, no comportamento dos servidores públicos do DF. Exonerou o diretor do HRAN, por  falsa informação de faltas de leitos no hospital. Ibaneis vai criar uma comissão para abertura de PAD (processo administrativo disciplinas), para avaliar as denúncias contra servidores.

Com a vinda da junta comercial para a estrutura do GDF, não foram só os preços que subiram. A péssima qualidade no atendimento também. Segundo informações, a Junta está trabalhando sem nomear os cargos comissionados, o que reduziu, e muito, a agilidade no atendimento.

O ex-candidato a governador do PR, Jofran Frejat, teve uma crise política e voltou ao cenário com declarações confusas, citando derrubadas no PR. Mas para a população do DF, quem derrubou o sonho do governo Frejat foi o próprio candidato com sua desistência. O que levou o bom de prosa, Ibaneis, a ser a única opção do momento.

É sempre bom lembrar que no DF as práticas partidárias são sempre as mesmas. A executiva nacional sempre entrega o partido para os políticos eleitos e as comissões são sempre provisórias. Assim se segura a manjedoura em sua procriação política.

E por falar em partidos políticos, a eleição de 2018 deixou aquele mal exemplo do uso do dinheiro público que veio autorizado como Fundo Partidário. O DEM, por exemplo, gastou mais de 4 milhões na candidatura do candidato a governo Fraga e do Vice Alexandre Bispo do PR.

Cris Oliveira