As Quentes da Política do DF

Ibaneis trabalhando para fortalecer o Agronegócio no DFPara o Governador Ibaneis Rocha, a importância do Agronegócio começa no investimento nas estruturas para qualidade de vida dos produtores rurais do DF. No aniversário de 45 anos da Emater-DF, Ibaneis deixou claro o trabalho desenvolvido pela empresa que atua em todas as áreas, do pequeno produtor rural ao grande empresário do Agronegócio, atendendo até o Entorno do DF. O governador assinou as inscrições para a chamada do Agro Learnibg, que investirá 14 milhões em projetos de pesquisa pela FAPDF. As inscrições estão abertas a partir desta quinta-feira.

 

CPI dos atos antidemocráticos: GSI e Câmara não compareceram às reuniõesEm depoimento agora pela manhã, a Cel. Cíntia Queiroz trouxe duas informações importantes a serem analisadas. Segunda a Cel., a Câmara dos Deputados e o GSI não responderam aos contatos realizados pela SSP-DF para reuniões que tratariam de manifestações espontâneas por caravanas que estavam chegando em Brasília. Os contatos foram feitos porque não tinham tempo hábil para tramitar no SEI-DF.

 

Depoimento de Jair Bolsonaro virou chacotaAo prestar depoimento de pouco mais de 2 horas ontem (26) na Polícia Federal, o ex-presidente Bolsonaro se defendeu das postagens feitas em suas redes sociais, alegando o uso de remédios, e disse que postou o vídeo no dia 08/01 falando da fraude nas urnas sem querer. Segundo a defesa do ex-presidente, a postagem foi feita equivocadamente no Facebook do ex-presidente e excluída duas horas depois. Foi um equívoco ao salvar o vídeo para assistir depois, disse a defesa de Bolsonaro. Bolsonaro estava com dores abdominais e por isso estava sobre efeitos de morfina.

 

Senador Marcelo de Castro taxado de ruim por falta de conhecimento

Após o fracasso da fala do relator da Comissão Mista de Orçamento, Senador Marcelo de Castro do MDB-PI, contra o reajuste das forças de segurança do Distrito Federal, Policiais se manifestaram juntamente com deputados distritais e federais representantes das categorias no Congresso Nacional durante a tarde de quarta-feira (26). O Senador foi taxado de inconsequente ao se referir ao Fundo Constitucional como se ele fosse de gerência nacional e quando propôs o mesmo reajuste de 9% repassado aos servidores federais o não foi aceito pelas categorias da Polícia Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros do DF.

Negociação deverá tramitar entre o Buriti e o Palácio do PlanaltoDepois de muitas discursões, as negociações estão nas mãos do Governador Ibaneis Rocha (MDB) e do Presidente Lula (PT), que deverão se reunir para encaminhar o Projeto de Lei do Executivo, propondo os 18% de reajuste para nova votação.Welington Luís pede desculpaDurante a manifestação no Congresso Nacional, o deputado distrital Wellington Luís (MDB) pesou a língua e falou que desceria a porrada no Senador mdbista Marcelo Castro, relator da CMO. Mas logo em seguida o parlamentar se explicou. “Foi apenas uma forma de falar”, disse. Jamais passaria para agressão física.

Ibaneis se manifestou nas redes sociaisO Governador Ibaneis Rocha usou suas redes sociais para deixar claro que é a favor do reajuste dos servidores das Forças de Segurança do DF. “Acredito e tenho trabalhado muito pela aprovação do reajuste de 18% o quanto antes”, disse o Governador.

Cris Oliveira

Nos siga no Google Notícias

Comentários

338FãsCurtir
21,700SeguidoresSeguir
594SeguidoresSeguir

Últimas Notícias