20.2 C
Distrito Federal
sábado, 30 maio, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More

    Empresas têm uma semana para quitar R$ 63,6 milhões em ICMS e ISS

    Secretaria de Fazenda notificou, em março, mais de 7,6 mil devedores desses impostos. Prazo para pagamento vai até 29 de março DA AGÊNCIA BRASÍLIA, COM INFORMAÇÕES DA SECRETARIA DE FAZENDA

    - PUBLICIDADE -



    A Secretaria de Fazenda do Distrito Federal notificou, em março, 7.647 empresas com débitos de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS) e de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

    As dívidas são referentes ao período de julho a setembro de 2017, cuja soma chega a R$ 63.624.480,17. Os inadimplentes foram avisados via área restrita do portal Agê[email protected] e por e-mail. O prazo para regularizar a situação vai até 29 de março.

    Dívidas são referentes ao período de julho a setembro de 2017

    O levantamento foi feito por meio do rito especial, procedimento da Subsecretaria da Receita do DF que verifica a apuração da diferença entre os valores informados pelos contribuintes e o que realmente foi pago em impostos.

    Mensalmente, as empresas têm de declarar informações sobre as operações comerciais (compra, venda e recolhimentos tributários) via livro fiscal eletrônico (LFe).

    Penalidades para quem deve ICMS e ISS

    Aqueles que não negociarem as pendências serão inscritos em dívida ativa, com o acréscimo de 10% no valor devido. Além disso, ficam sujeitos a protesto em cartório e não podem contratar junto ao setor público ou participar de licitações.

    Entre as penalidades previstas para as empresas estão ainda não poderem usufruir de regimes especiais e de benefícios fiscais e serem desenquadradas da tributação pelo Simples Nacional.

    Pagamento pode ser à vista ou financiado

    O acerto das pendências pode ser à vista ou parcelado. No entanto, a negociação precisa ser feita exclusivamente nas agências da Receita do DF. Os valores financiados serão acrescidos de 1% de juros ao mês, mais correção monetária.

    O boleto para pagamento à vista está disponível no Agê[email protected]. Após acessar o sistema, o usuário tem de clicar no menu Serviços e autenticar a operação pelo certificado digital para emitir a guia.

    Quem não tem acesso à internet poderá solicitar o documento em uma das agências da Receita do DF. Dúvidas sobre os lançamentos devem ser encaminhadas ao Atendimento Virtual.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Decreto permite reabertura de parques e celebrações religiosas

    Foi publicado neste sábado (30), em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), um decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha que permite a...

    Capital paulista prorroga quarentena até 15 de junho

    O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, reforçou hoje (30) que a quarentena contra disseminação do novo coronavírus continuará normalmente na capital paulista. De...

    Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira

    A partir de quarta-feira (3), parques e igrejas de grande porte poderão voltar a funcionar no Distrito Federal. O governador Ibaneis Rocha publicou hoje (30) decreto que...

    Ibaneis recebe alta e se diz otimista sobre pandemia: “Vai passar”

    Ibaneis: “Não existe nenhum paciente que tenha procurado a rede hospitalar e não tenha sido atendido” | Foto: Renato Alves / Agência Brasília O governador...

    Nasa e SpaceX lançam missão tripulada ao espaço

    A Nasa, em parceria com a empresa privada SpaceX - criada por Elon Musk, também dono da fábrica de automóveis elétricos Tesla -, se...