Foto: Reprodução

 

PEN: O PEN é um partido que está sem representatividade no DF depois que foi deixado por Alírio, que na campanha de 2014 depositou na legenda quase 80 mil votos, mas que tem na nacional um padrinho forte, o deputado federal Bolsonaro. Segundo meu amigo FUFUCA, o presidente indicado do DF, Nilo Gonçalves, perderá sua cadeira. O motivo não é desconhecido de muitos: Nilo foi indicado por Hélio José para segurar o partido em uma eventual candidatura deste como deputado federal, mas o Senador não dá sinais de que irá sair do PMDB. Hélio José não é queridinho de Bolsonaro, que por sua vez, é super-chegado do candidato Alberto Fraga, que pretende ser o candidato a senador da direita e deverá ajudá-lo com algumas aparições no DF. Hélio José tem vertentes petistas e nasceu dos esquerdopatas mal recebidos pelo Bolsomito o senador briga para continuar mais oito anos no senado. Com uma boa base, ele pode ser um forte candidato a deputado federal. Verde por fora mas vermelho por dentro, o PEN abriga pré-candidatos a deputados distritais, os assessores do senador. O PEN assim como na maioria dos partidos pequenos, tem nas executivas dos Estados e do DF, indicações provisórias, que podem ser modificadas com apenas uma canetada. O Presidente Nacional Adilson Barroso está com tinta na caneta. O PEN hoje faz inserção partidária na TV com Bolsonaro e se apresenta como PATRIOTA!

Cris Oliveira

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.