O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP oferecerá um curso de verão, gratuito e online para garotas de 8 a 18 anos que querem aprender sobre o mundo da tecnologia. A Technovation Summer School for Girls é uma iniciativa do ICMC que visa a ensinar garotas a criar e transformar ideias em aplicativos.

Esta será a sexta edição da escola de verão e para participar as interessadas deverão fazer a inscrição através do formulário que será disponibilizado no dia 20 de janeiro, em uma transmissão ao vivo que acontecerá a partir das 14h no canal do Grupo de Alunas de Ciências Exatas (Grace) do ICMC, no YouTube. As aulas acontecerão no período de 17 de fevereiro a 13 de abril, aos sábados.

A experiência prévia na área da tecnologia não é requisito para participar, basta se identificar com o gênero feminino (incluindo transexuais e não-binários). Também é necessário ter uma conta do Gmail, acesso à internet e possuir um computador e um smartphone para participar dos encontros e interagir remotamente (via WhatsApp e Google Meet).

As vagas são limitadas, e a previsão é de que as 75 vagas que serão disponibilizadas se esgotem ainda no dia da inscrição. Após as matrículas no dia 20, a chamada das alunas selecionadas acontece no dia 29 de janeiro (segunda-feira).

Escola de verão

A iniciativa da escola de verão Technovation Summer School for Girls teve início em 2018 e já atingiu diretamente mais de 600 meninas ao longo das cinco edições passadas. O projeto é coordenado por Kalinka Castelo Branco, professora do Departamento de Sistemas de Computação, e pelo Grace, grupo de extensão do ICMC.

O curso teve início com o projeto Ações no ensino fundamental e médio: inclusão feminina no ensino superior de ciências exatas, que foi aprovado em 2018 pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Em 2019, o projeto foi renovado em outra chamada CNPq devido aos bons resultados obtidos.

A escola funciona com a ajuda de voluntários, que executam o papel de mentoria das garotas que são separadas em equipes durante a realização do curso. Para a posição de mentor, o perfil desejado pela instituição é de professores, estudantes (ensino superior) ou profissionais do mercado de áreas variadas.

Para ser voluntário também não é necessária a experiência prévia na área de tecnologia – os únicos requisitos são a disponibilidade de acompanhar o seu grupo remotamente e ter mais de 18 anos de idade. As inscrições para o voluntariado estão abertas e se encerram no dia 26 de janeiro. Os interessados devem preencher o formulário divulgado pela instituição.

Technovation Girls

Além de ensinar as garotas a criar aplicativos e desenvolver suas habilidades com a área da tecnologia, a Technovation Summer School for Girls visa também a estimular as equipes do curso a participarem do Technovation Girls, competição global de tecnologia para meninas.

O Technovation acontece todos os anos e está em sua 13ª edição. O objetivo do evento é dar às garotas a oportunidade de aprenderem a aplicar as habilidades necessárias na resolução de problemas por meio da tecnologia. A competição desafia equipes formadas por meninas entre 8 a 18 anos a criar, desenvolver e lançar um aplicativo de celular ou um projeto utilizando inteligência artificial.

As inscrições para a competição já estão abertas. Vão até o dia 13 de março e devem ser feitas pelo site da organização.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

O post Meninas na tecnologia: escola de verão da USP ensina garotas a desenvolverem aplicativo apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo