Foto: Reprodução

Fantásticas explicações de Luis Miranda, esse mal carácter não sou eu

 

O deputado federal Luis Miranda do DEM-DF foi matéria do fantástico. Com muitos processos por estelionato, o deputado não mediu esforços para crescer na vida. Começou prometendo beleza na empresa FitCorpos, foi parar nos Estados Unidos como a grande promessa de investimento e hoje come muito bem o dinheiro público que prometeu em campanha não usar, se eleito fosse deputado federal. Descaradamente, Luis Miranda usou um novo bordão: “esse cara não sou eu ou o mal carácter não sou eu”, disse. Com muita ostentação financeira a custo de golpes, Luis Miranda ainda tem ações eleitorais: teve suas contas da campanha reprovadas pelo TRE, o que deve levá-lo a perder o mandato. Esse Youtuber (promessa de nova política no DF) teve 65 mil votos. O ser humano precisa mesmo ser estudado e reinventado.

A culpa é de alguém

Luis Miranda procurou em seus 50 processos em andamento algum culpado. Investidores lesados não acreditam que verão um dia, o investimento realizado que tinha o bordão: “Estamos juntos e juntos somos mais fortes”. Na Câmara, o deputado está em comissões estratégicas, o que passa a ser complicado após o desvendamento da real vida que o Youtuber levava.

Desfile de sete de setembro contou com animação e estrelas

O desfile de sete de setembro contou com estrelas ao lado do presidente Jair Bolsonaro, como Silvio Santos e o bispo da Igreja Universal Edir Macedo. O GDF também se destacou na organização. O governo montou, no Museu da República, estrutura com shows e encerrou com a Orquesta Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, que se apresentou no evento com o concerto da Independência. Após o desfile, aproximadamente 10 mil pessoas participaram da programação que foi beneficente e contou com à arrecadação de livros e brinquedos para a campanha “Vem Brincar Comigo”.

CLDF comemora 59° aniversário do Hospital de Base

A Camara Legislativa comemora hoje (09) às 10h no Plenário, o 59° aniversário do Hospital de base. A  sessão solene foi proposta pelo deputado distrital Jorge Viana (Podemos). Parabéns a todos os funcionários que fazem parte da história do Hospital de Base do Distrito Federal.

CLDF e a Lei para agradar alguém

A CLDF derrubou o veto do governador do PL 29/2019 que dispõem sobre a proibição  do descarte de aves nos estabelecimentos avícolas do Distrito Federal, por mio de trituradores. Para o GDF, a discussão é de âmbito nacional e conta tramitando na Câmara dos Deputados. Na verdade, a discussão é internacional e mais uma vez a CLDF coloca em aprovação, uma Lei que exige debates com os envolvidos e que foge da gerência distrital. Com certeza mais um teatro foi feito para agradar alguém. Em jogo, a geração de empregos e a instalação de empresas avícolas no DF.

Cris Oliveira

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.