Foto: Reprodução

A doença de kawasaki é uma vasculite sistêmica aguda que acomete crianças com menos de 5 anos de idade na maioria dos casos. É incomum e pode acontecer de forma incompleta e mais grave em bebês com menos de 6 meses de vida. Pode se resolver sozinha ou levar a óbito dependendo da gravidade.
É uma doença auto-imune, ou seja, não é contagiosa. Não é hereditária, mas sabe-se que há uma predisposição genética.
O diagnóstico é clínico porque ainda não há exames comprobatórios. Os médicos precisam conhecer a doença e seus sintomas, por isso precisam dar importância aos relatos dos pais.
O diagnóstico precoce é imprescindível para a prevenção de sequelas como dilatações e aneurismas coronarianos. Constitui a principal causa de doença cardíaca adquirida na infância.
Pode causar anemia severa e tromboses, além das já citadas dilatações e aneurismas coronarianos, dependendo da gravidade da manifestação.
Os sinais e sintomas são:
• Febre persistente;
• Conjuntivite sem secreção – olhos rosados;
• Rash cutâneo – manchas avermelhadas pelo corpo;
• Inflamação da cicatriz da BCG;
• Lábios avermelhados e rachados, sangrantes, desidratação;
• Língua inchada, parecendo uma framboesa. A garganta também pode ser acometida;
• Irritabilidade, dores no corpo;
• Gânglios do pescoço inchados;
• Articulações dos cotovelos e joelhos inchados;
• Inchaço e vermelhidão de mãos e pés, descamação da pele posteriormente;
• Assadura perineal ou perianal, desde uma descamação até uma ferida em carne viva;
Não é necessária a presença de todos os sintomas, são necessários 4 deles para se fechar o diagnóstico.
Fiquem atentos.

Um grande abraço.

Mônica Moraes

 

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.