25 C
Distrito Federal
03/07/2020 - 21:04 PM

As Quentes da Política do DF

Santa Maria totalmente democrática  Pela primeira vez na Santa Maria, veículos de comunicação e comunidade podem circular tranquilamente na Administração Regional. O recém-administrador nomeado, Renato...
More

    Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina


    O governo federal anunciou, nesta terça-feira (2), a participação do Brasil no projeto Acelerador de Vacina (ACT Accelerator), iniciativa internacional para produção de vacina, medicamentos e diagnósticos contra o novo coronavírus. O projeto conta com a adesão de mais de 44 países, empresas e entidades internacionais, incluindo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

    “Decidimos que o Brasil vai entrar no chamado acelerador de vacinas, que é um projeto aí de vários países e empresas privadas que estão buscando investir e trabalhar em conjunto para o desenvolvimento de uma vacina para o Covid-19”, informou o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, após participar de uma reunião, no Palácio do Planalto, para encaminhar a adesão do Brasil. 

    Também participaram da reunião, que foi coordenada pelo ministro da Casa Civil, Braga Netto; o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes; o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello e o secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa.

    Marcos Pontes destacou a competência internacionalmente reconhecida do Brasil no desenvolvimento e produção de vacinas e a qualificação dos pesquisadores brasileiros. Segundo ele, a expectativa é de que o país, participando dessa iniciativa, possa ter acesso mais rápido à futura vacina contra o vírus. “O Brasil é um país que tem uma competência no desenvolvimento de vacinas, a capacidade de nosso pesquisadores e cientistas é reconhecida internacionalmente, assim como a capacidade produção de vacinas”, explicou. 

    O governo infirmou que a Bio-Manguinhos, unidade produtora de imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), é uma das instituições com capacidade de produzir a vacina no futuro. Além de participar do acelerador de vacina, o ministro Ernesto Araújo informou que o país também estabelecerá cooperação biletaral com outros países que desenvolvem estudo na área. 

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Professores nomeados em março têm mais 30 dias para tomar posse

    Os professores de educação básica nomeados em março deste ano e que tiveram a posse suspensa como medida de prevenção da disseminação da pandemia...

    Reforma tributária está pronta para ir ao Congresso, diz Guedes

    A proposta de reforma tributária está “absolutamente pronta” e deve enviada nos próximos dias ao Congresso, disse hoje (3) o ministro da Economia, Paulo...

    Hospital de Campanha já deu alta a 400 pacientes

    A cada dia, novas histórias e vitórias são contadas no Mané. Nesta sexta-feira (3), nove pacientes voltaram para casa. Eles estão entre os 43.322...

    Brasil passa da marca de 1,5 milhão de casos confirmados de covid-19

    O Brasil bateu a marca de 1,5 milhão de casos confirmados acumulados desde o início da pandemia de covid-19. O número foi divulgado na atualização...

    Ipea: Emprego deve se recuperar só após retorno da atividade econômica

    A recuperação do mercado de trabalho brasileiro após o choque causado pela pandemia do novo coronavírus, causador da covid-19, tende a ser mais lenta...