dilma pt

A Secretaria de saúde do DF não vive seus melhores momentos. Com a saúde pública deteriorada, os eleitores do DF se deram mal ao acharem que o Plano de Governo apresentado na última campanha seria colocado em prática com eficiência e eficácia de uma equipe já preparada.

Rolemberg aceitou o pedido de exoneração do atrapalhado João Batista e nomeou o petista do Maranhão Gondim, que tem também o pé no PMDB de Sarney. Motivos suficientes para o Brasiliense ficar com a pulga atrás da orelha. Com um orçamento robusto e muitas demandas judiciais, o jeito foi o governador devolver a pasta que era antes fora ocupada pelo petista Rafael Barbosa para o PT. Ou seja, o governador não quer ter problemas depois que ganhou as eleições, e o discurso de “vamos firme” mudou para “vamos pagar quem eu devo”. Devendo o PT e o PMDB? Adversários da campanha? Sinistro.

E por falar em dívidas, o que aconteceu mesmo com o dinheiro na virada do governo Agnelo para o governo Rollemberg? Como foi dado o decreto emergencial na secretaria de saúde? Será que não seria caso de polícia os rombos nos cofres públicos do DF? Ficará assim?

Só quem escondeu a agulha sabe como encontrar. Geração Brasília ficou para a proxima.

Quem esta super feliz é a geração Sarney!

Cris Oliveira

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.