20.2 C
Distrito Federal
segunda-feira, 1 junho, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More

    Torcida lota bar de BH para assistir vitória da Seleção Brasileira Feminina na Copa do Mundo

    Mobilização feita pelo WhatsApp e em grupos de futebol levou cerca de 300 pessoas ao Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de BH, para acompanhar estreia do Brasil no Mundial

    - PUBLICIDADE -



    A estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da França de futebol feminino foi com o pé direito dentro do campo e teve reforço na torcida fora dele. Cerca de 300 pessoas lotaram o Bar da Dalva, estabelecimento no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, para acompanhar o show de Cristiane e companhia contra o time da Jamaica. A partida terminou com a vitória do Brasil por 3 a 0.

    A mobilização da torcida em pleno domingo de manhã chamou a atenção de quem passava pela esquina das avenidas Afonso Pena e Getúlio Vargas, ao ouvir as comemorações efusivas nos três gols da atacante Cristiane. A reunião lembrou a presença da torcida em dias de jogos pelas Copas do Mundo masculinas, marcadas pela mobilização em massa.

    Para a contadora Angélica Cândido, 25 anos, o movimento foi muito bacana e ela espera que a torcida aumente a cada dia, dando mais e mais forças para o futebol feminino. “Eu estava no Mineirão no jogo entre Brasil e Austrália, que foi maravilhoso, em que a Bárbara defendeu muito e sou apaixonada por futebol. A mobilização está ótima, mas acho que precisamos de ainda mais. Precisamos parar a rua, fortalecer as meninas sempre”, diz ela.

    <i>(Foto: Jair Amaral/EM/D.A PRESS)</i>

    A principal responsável pela reunião de cerca de 300 pessoas no Bar da Dalva é a empresária Ludymilla Rodrigues, de 31 anos. Ela conta que um grupo de mulheres de Curitiba (PR), que tem um projeto de empoderamento feminino resolveu lançar a ideia de mobilizar a torcida para a fez contato com mulheres para serem embaixadoras nas capitais.

    fez contato com mulheres para serem embaixadoras nas capitais.

    Em BH, coube a Ludymilla essa tarefa. “Eu fui mobilizando através de WhatsApp, o máximo das peladas de BH, amigos, amigo de amigo, o bar ajudou também, foi mais no boca a boca do futebol. Eu esperava que a mulherada viesse mesmo. Lotou, está faltando cadeira e eu acho ótimo isso, porque na copa dos meninos se você não chegar cedo você também não consegue e aqui também vai ter que ser assim”, brinca ela.

    Copa do Mundo feminina e

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    SP Leituras traz atividades online durante a pandemia

    Com o fechamento das bibliotecas públicas, a SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura –, organização social sem fins lucrativos, traz uma...

    Homem com sete celulares é detido por receptação

    Um homem foi detido com sete aparelhos celulares de procedência duvidosa, no córrego Arrozal em Sobradinho. Policiais militares do Grupo Tático Operacional do 13º...

    Agência Brasil explica como declarar investimentos no Imposto de Renda

    Muitos novos investidores têm dúvidas sobre como descrever os investimentos na Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). No ano passado, houve busca maior...

    Homem é detido com três armas de fogo no Polo de Cinema

    Policiais militares do Grupo Tático Operacional do 13º Batalhão (Gtop 33) apreenderam três armas de fogo, por volta das 22h deste domingo (31), em...

    SP: prefeitura recebe protocolos setoriais para reabertura do comércio

    A prefeitura de São Paulo começa hoje (1º) a receber protocolos enviados por associações para verificar a possibilidade de reabertura de estabelecimentos comerciais dos...