20.2 C
Distrito Federal
segunda-feira, 1 junho, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More
    - PUBLICIDADE -

    Corinthians justifica dívida de R$ 500 milhões e vê salvação na Copa do BR

    - PUBLICIDADE -



    O balancete corintiano referente ao exercício atual, entre janeiro e julho, apresentou a ascensão da dívida do clube para a casa dos R$ 500 milhões e o crescimento também do déficit, que passou de R$ 14,6 milhões para R$ 17,3 milhões em 2018. De acordo com o diretor financeiro do clube, Matias Romano Ávila, a situação está sob controle apesar dessa guinada. Recentemente fechado com a Globo, o contrato novo de direitos de transmissão da Série A deixa o clube esperançoso.

    “A dívida aumentou em R$ 30 milhões (superando R$ 500 mi), mas foi pelo investimento que fizemos em aquisição de jogadores. Temos 60% da dívida para 20 anos, em longo prazo. A dívida de curto prazo é do tamanho do déficit, de R$ 17 milhões. O futuro está garantido, absolutamente controlado. O clube não deve impostos e nem salários”, comentou Romano.

    Segundo ele, os valores dos contratos referentes a jogadores que chegaram após a Copa – Araos, Douglas, Sergio Díaz, Jonathas e Danilo Avelar – explicam a ascensão do déficit. Mesmo os que foram adquiridos por empréstimo ajudam para que esse número cresça, já que os salários são encargos que cabem ao Corinthians. Para tentar inverter o cenário difícil, o clube tem apostado em jovens, como foi por exemplo o chileno Araos, ainda em adaptação, mas que oferece maior perspectiva de revenda.

    Não foi por acaso que o presidente Andrés Sanchez, em situação difícil no Brasileirão, declarou recentemente que a Copa do Brasil era prioridade. O torneio é considerado a tábua de salvação para as finanças do clube no exercício 2018, e mesmo um eventual vice-campeonato já teria impacto positivo. Caso passe pelo Flamengo após um empate fora de casa, o Corinthians embolsaria R$ 20 milhões de premiação e poderia chegar a R$ 50 milhões em caso de título.

    “Nossa meta é zerar o déficit até o fim do ano. Se passar pelo Flamengo, resolve a situação”, calcula Ávila.

    Direitos de transmissão vendidos à Globo dão esperança

    Acordado há poucos meses para a Rede Globo e o Premiere FC, o novo contrato de direitos de transmissão do Brasileiro (para 2019, 2020 e 21) deixa o clube otimista. Nesse formato de acordo, não haverá mais apenas um valor fixo, mas bonificações referentes a índices de audiência e desempenho na Série A.

    No melhor cenário, o Corinthians avalia que poderá receber 45% a mais com o contrato do Brasileiro que já começou a ser pago recentemente. “O clube levou uma vantagem por ter sido o primeiro a aderir, entrou como carro chefe. Melhorou o nosso pagamento mensal e tem luvas por três anos”, acrescentou Ávila.

    Como parte desse acordo, o Corinthians também desbloqueou a comercialização de placas de publicidade da Arena, que antes eram automaticamente repassadas à Globo. A receita que era estimada em R$ 5,5 milhões passou a ser de R$ 12 milhões, com comissões pagas para a empresa Sport Promotion. Caso a empresa consiga vender até R$ 15 milhões, o clube ficará com 80% do valor extra.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Secretaria de Educação lança edital para contratos de merenda escolar

    Segundo a Secretaria de Educação, são servidas aproximadamente 94 milhões de refeições na rede pública de ensino por ano letivo. Foto: Arquivo/Agência Brasília A Secretaria...

    Caixa concede R$ 6,3 bi de crédito para microempresas na pandemia

    O volume de crédito concedido pela Caixa Econômica Federal a microempresas somou R$ 6,3 bilhões durante a pandemia do novo coronavírus, disse hoje (1º)...

    RJ registra 54 mil casos confirmados e 5.462 mortes por covid-19

    O estado do Rio de Janeiro registrou 54.530 casos confirmados e 5.462 mortes por covid-19. Os números foram divulgados no boletim diário da Secretária...

     Embaixadas doam cestas básicas para famílias carentes do DF

    Atendendo ao convite do Escritório de Assuntos Internacionais da Governadoria do Distrito Federal (EAI), as Embaixadas do Chile, Irã e Luxemburgo realizaram doações para...

    Verônica Hipólito, multicampeã paralímpica, lança projeto Naurú

    Durante o isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), a velocista Verônica Hipólito, de 23 anos, lançou um projeto audacioso para ajudar...