24.2 C
Distrito Federal
13/08/2020 - 19:12 PM

As Quentes da Política do DF

Fogo no cabaré: Hermeto protagoniza baixaria em plenário O que teve início como um comunicado aos policiais militares a respeito da impossibilidade de redução do...
More
    - PUBLICIDADE -

    Mercado financeiro prevê queda da economia em 6,5% este ano


    A previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira este ano foi ajustada de 6,54% para 6,50%. A estimativa de recuo do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – está no boletim Focus, publicação divulgada todas as semanas pelo Banco Central (BC), com a projeção para os principais indicadores econômicos.

    Para o próximo ano, a expectativa é de crescimento de 3,50%, a mesma previsão há seis semanas consecutivas. Em 2022 e 2023, o mercado financeiro continua a projetar expansão de 2,50% do PIB.

    Inflação

    As instituições financeiras consultadas pelo BC mantiveram a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 1,63%, neste ano.

    Para 2021, a estimativa de inflação permanece em 3%. A previsão para 2022 também não teve alteração: 3,50%. Para 2023, a estimativa passou de 3,50% para 3,42%.

    A projeção para 2020 está abaixo do piso da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,5% e o superior, 5,5%.

    Para 2021, a meta é 3,75%, para 2022, 3,50%, e para 2023, 3,25% também com intervalo de 1,5 ponto percentual em cada ano.

    Selic

    Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, estabelecida atualmente em 2,25% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

    Para o mercado financeiro, a expectativa é que a Selic encerre 2020 em 2% ao ano. Para o fim de 2021, a expectativa é que a taxa básica chegue a 3% ao ano. Para o fim de 2022, a previsão é 5% ao ano e para o final de 2023, 6% ao ano.

    Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica. Entretanto, os bancos consideram outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como risco de inadimplência, lucro e despesas administrativas.

    Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

    Dólar

    A previsão para a cotação do dólar permanece em R$ 5,20, ao final deste ano. Para o fim de 2021, a expectativa é que a moeda americana fique em R$ 5,05, contra previsão de R$ 5 da semana passada.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Banco Central não prevê segunda onda de covid-19 no país, diz diretor

    O Banco Central não espera a ocorrência de uma "segunda onda" da pandemia do novo coronavírus no país, disse hoje o diretor de Política Econômica...

    Brasil recebe US$ 1 bi para pagamento de programas emergenciais

    O Brasil receberá US$ 1 bilhão em empréstimos financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O acordo foi anunciado na tarde de hoje (3)...

    Desempenho de pequenas indústrias é recuperado no segundo trimestre

    Depois de sofrer um tombo em abril, por causa da pandemia do novo coronavírus, a atividade das indústrias de pequeno porte recuperou-se no restante...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    CEB fará manutenção no Gama e em Vicente Pires

    A Companhia Energética de Brasília (CEB) fará nesta sexta-feira (14) um remanejamento de poste com transformador, em Vicente Pires, para possibilitar o alargamento da...

    Botafogo prepara arquibancada virtual para apresentar Kalou

    O próximo desafio do Botafogo no Campeonato Brasileiro é no próximo domingo (16) contra o Fortaleza na Arena Castelão. Mas antes desta partida a...

    Banco Central não prevê segunda onda de covid-19 no país, diz diretor

    O Banco Central não espera a ocorrência de uma "segunda onda" da pandemia do novo coronavírus no país, disse hoje o diretor de Política Econômica...

    Hospital de Base vai operar até 70 mulheres com câncer em uma semana

    Cirurgias foram planejadas em conjunto com a equipe de profissionais que atuam na mastologia e na ginecologia oncológica | Foto: Secretaria de SaúdeAproximadamente 70...

    Massa anuncia saída de equipe após fim da temporada da Fórmula E

    A experiência de Felipe Massa na Fórmula E pode ter chegado ao fim. Após a prova desta quinta-feira (13), em Berlim (Alemanha), que encerrou...