21.9 C
Distrito Federal
13/08/2020 - 11:46 AM

As Quentes da Política do DF

Fogo no cabaré: Hermeto protagoniza baixaria em plenário O que teve início como um comunicado aos policiais militares a respeito da impossibilidade de redução do...
More
    - PUBLICIDADE -

    Estudo aponta que 87% das importações são liberadas em menos de 7 dias


    Mais de 87% das mercadorias importadas são liberadas em menos de 7 dias, contados de sua chegada ao país. A conclusão é do Estudo de Tempos na Importação, elaborado pela Receita Federal em parceria com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

    Segundo a Receita, a iniciativa decorre de medida prevista no Acordo de Facilitação de Comércio (AFC), da Organização Mundial do Comércio (OMC), do qual o Brasil é signatário, e visa prover maior transparência nas informações relativas ao comércio exterior.

    De acordo com o estudo, 65% do tempo médio total despendido nos processos de anuência da Anvisa não decorre de ações sob responsabilidade do órgão, mas principalmente para o pagamento e a compensação bancária das taxas.

    A etapa de desembaraço aduaneiro, de responsabilidade da Receita, responde por menos de 10% do tempo total apurado.

    As ações sob responsabilidade dos agentes privados, notadamente o importador (ou seu despachante aduaneiro), o transportador internacional e o depositário representam mais da metade do tempo total despendido em todos os fluxos analisados.

    Soluções

    O estudo aponta soluções em desenvolvimento para agilizar as importações.  “Novo controle de carga aéreo, cuja primeira entrega está prevista ainda para 2020, é baseado em gerenciamento de riscos intensivo e prevê a redução potencial de até 90% dos casos de intervenção estatal no fluxo físico das cargas”. 

    Há ainda medidas como antecipação das informações prestadas pelos importadores, para atuação dos agentes públicos antes mesmo da chegada das mercadorias ao país.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Abate de suínos cresce no 2º trimestre e chega a 12 milhões

    A produção pecuária do Brasil recuou no abate de bovinos e frangos entre abril e junho deste ano. O abate de suínos foi o...

    Lucro líquido da Eletrobras chega a R$ 4,6 bilhões no trimestre

    O lucro líquido da Eletrobras foi R$ 4,6 bilhões no segundo trimestre deste ano e o Ebitda, sigla para lucros antes de juros, impostos,...

    Pré-sal: contratos em regime de partilha produzem 9 milhões de barris

    Dados divulgados hoje (12) pela Pré-Sal Petróleo (PPSA), empresa vinculada ao Ministério de Minas e Energia, revelam que os três contratos de produção em...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Atendimentos odontológicos continuam

    Mesmo com a pandemia do novo coronavírus e os riscos de contaminação durante os procedimentos, por conta dos aerossóis produzidos, os atendimentos odontológicos continuam...

    Salvo pela covid alheia

    A audiência de instrução e julgamento do deputado Robério Negreiros, no caso de possível fraude documental na doação de galpão na campanha de 2014,...

    Mais R$ 11,8 milhões para a educação

    Centro de Ensino Fundamental 405, do Recanto das Emas, recebeu R$ 200 mil e realizou uma série de melhorias, como pintura | Foto: Acácio...

    Abate de suínos cresce no 2º trimestre e chega a 12 milhões

    A produção pecuária do Brasil recuou no abate de bovinos e frangos entre abril e junho deste ano. O abate de suínos foi o...

    Pessoas acima de 60 podem participar de missas e cultos

      Continua vetado o acesso em cultos, missas e rituais presenciais de crianças com menos de 12 anos Igrejas com capacidade inferior a 200 pessoas...