20.2 C
Distrito Federal
sexta-feira, 5 junho, 2020

As Quentes da Política do DF

Persona non grata O deputado Chico Vigilante solicitou à Câmara Legislativa que reconheça o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, como persona non grata em Brasília....
More
    - PUBLICIDADE -

    Uso de proteção é obrigatório em condomínios

    - PUBLICIDADE -


    O uso de máscaras em áreas públicas é obrigatório no Distrito Federal, desde o dia 30 de abril, com o objetivo de ajudar a conter a proliferação da Covid-19. Nesta sexta-feira (22), a Casa Civil do DF emitiu parecer em que estende a medida, também, para áreas comuns dos condomínios fechados. A orientação vale durante todo o período de pandemia. 

    “Em que pese as áreas comuns dos condomínios residenciais não serem áreas públicas stricto sensu, o são de forma ampla, lato sensu, uma vez que nelas não circulam somente os moradores dos referidos condomínios, mas, também, empregados destes, prestadores de serviços, entre outros”, destaca o parecer assinado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Valdetário Andrade Monteiro. 

    Segundo o texto, o Decreto nº 40.468/2020, que define a obrigação do uso de máscaras em áreas públicas, se aplica totalmente às áreas comuns dos condomínios residenciais, cabendo a fiscalização do cumprimento da norma não somente ao Poder Público. “Mas, também, aos síndicos, nos termos do inciso IV, do art. 1.336, combinado com o art. 1.348, ambos da Lei nº 10.406/2002 – Código Civil”, descreve. 

    O texto destaca ainda o risco de contaminação nesses locais: “Os elevadores fazem parte de tais áreas comuns e, como já apontado por diversos estudos de infectologistas de todo o mundo, são locais de grande risco de contaminação pelo novo coronavírus, uma vez que são recintos em que há aglomeração de pessoas e pouca circulação do ar”. Entre os espaços de risco incluem-se, ainda, os pilotis, parquinhos, ruas, hall de acesso e todas as áreas onde há trânsito de pessoas. 

    Segundo a Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais (Abrassp), no Distrito Federal a norma afeta diretamente cerca de 17 mil condomínios. “São aproximadamente 11 mil verticais, de apartamentos, e outros 6 mil horizontais. Esse últimos, de casas, principalmente na região de Vicente Pires, São Sebastião, Sobradinho e Arniqueira”, contabiliza o presidente da entidade, Paulo Roberto Melo. 

    Para ele, a definição vai ajudar os síndicos a adotar medidas para reforçar a proteção da comunidade. “Muitos síndicos estão sendo pressionados para abrir áreas comuns como espaços gourmet, academias, piscinas e churrasqueiras. Mas ainda não é hora para isto”, completa. Segundo ele, a entidade vai ajudar o governo na divulgação da medida e vai orientar os síndicos a fiscalizar o uso dos equipamentos.   

    Veja a íntegra do parecer: 

    Parecer – Obrigatoriedade Uso de Máscaras

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Dólar fecha abaixo de R$ 5 pela primeira vez desde março

    Em mais um dia de alívio nos mercados internacionais, o dólar fechou abaixo de R$ 5 pela primeira vez desde março. A bolsa de...

    Estudo mostra redução de coliformes em praias do Rio

    Um  estudo do  Instituto Estadual do Ambiente (Inea) divulgado hoje (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, mostra que a Praia de Botafogo apresentou redução...

    Profissionais de saúde terão acesso gratuito ao transporte coletivo

    Os profissionais de saúde têm acesso gratuito nos ônibus e no metrô durante a vigência do estado de calamidade decretado por conta da Covid-19....

    Brasil pode ter prioridade no uso da vacina de Oxford contra covid-19

    O Brasil poderá ter prioridade no uso da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford contra a covid-19. A informação é da reitora da Universidade...

    PMDF prende suspeito de cometer homicídio no último sábado no Itapoã

    A PMDF prendeu um homem procurado pela Justiça, na tarde desta sexta-feira (5), na quadra 4, condomínio Del Lago do Itapoã. O homem de 33...