28.2 C
Distrito Federal
13/09/2020 - 17:11 PM

As Quentes da Política do DF

Operação Gutemburgo nas ruas Mais uma vez o Governo Dilma e Agnelo é lembrado por uma operação deflagada pelo MPDFT. Dessa vez a operação Gutemburgo...
More

    Projeto premiará RAs Amigas da Criança


    | Foto: Divulgação

    Amarelinha no chão, bancos públicos no trajeto para escola, salas para amamentação e lazer aos fins de semana são algumas das propostas das administrações regionais do Distrito Federal para adaptar as cidades para melhor acolher as crianças. O resultado preliminar da primeira fase foi divulgado esta semana. Jardim Botânico e Samambaia estão em primeiro lugar nas categorias Região de Pequeno Porte e Região de Grande Porte, respectivamente.

    O projeto, com direito à certificação, foi idealizado pelo Criança Feliz Brasiliense – programa que tem o objetivo de estimular ações voltadas ao desenvolvimento saudável da primeira infância (de zero a seis anos). No próximo mês – em 6 de outubro – , a população vai conhecer, pelo site da Casa Civil , qual cidade ganhará o certificado de Região Administrativa Amiga da Criança, como reconhecimento por estar investindo na valorização da infância.

    A secretária de Desenvolvimento Social e primeira-dama, Mayara Noronha Rocha, ressalta que o governo local vem trabalhando as políticas públicas infantis de forma integrada, reunindo várias áreas, como assistência social, saúde e educação. “O Criança Feliz Brasiliense veio para levar um atendimento integral às famílias mais vulneráveis da capital. É preciso mudar esse olhar, pensar em uma cidade adaptada para elas, estimulando o desenvolvimento”, reforça.

    É preciso mudar o olhar, pensar em uma cidade adaptada para as crianças, estimulando o desenvolvimento
    Mayara Noronha Rocha, secretária da Sedes e primeira-dama

    Propostas

    Em primeiro lugar na categoria Região de Pequeno Porte, a Administração Regional do Jardim Botânico trabalhou com a comunidade a importância do aleitamento materno. Segundo o órgão, haverá um espaço adaptado – com poltrona e freezer, além de itens necessários para a coleta e o armazenamento correto do alimento – para as lactantes fazerem a doação do leite, além de orientações para elas. A administração ficará responsável por fazer a entrega do material coletado ao Banco de Leite e ao Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF).

    “Acreditamos que a melhor maneira de fazer uma ideia dar certo não é apenas divulgando, mas criando condições para colocá-la em prática. Por isso vamos disponibilizar um espaço e todos os recursos necessários”, comenta o administrador Antônio de Pádua. “Assim, a doadora se sentirá acolhida e orientada para participar deste ato de amor”, completa.

    | Foto: Acácio Pinheiro

    Na administração de Samambaia não foi diferente. A RA está finalizando um ambiente para as mães e pais com seus filhos. Um fraldário com área para amamentação é uma das ações do órgão. “Queremos incentivar o aleitamento e, para isso, criamos um espaço para as servidoras amamentarem e doarem, mesmo após o retorno ao trabalho. Esse projeto nos despertou para a valorização da primeira infância”, completa o administrador Gustavo Aires.

    Etapas

    Na primeira fase, as administrações regionais enviaram proposta que visam promover, proteger e apoiar o desenvolvimento dos primeiros anos de vida. A comissão de avaliação, composta por várias secretarias e sociedade civil, selecionou três RAs de pequeno porte (Jardim Botânico, Candangolândia e Fercal) e quatro cidades de grande porte (Samambaia, Recanto das Emas, Plano Piloto e Guará).

    Na segunda etapa, os representantes do comitê visitarão as regiões escolhidas para conferir se as ações foram colocadas em prática. Coordenadora do Criança Feliz Brasiliense, Fernanda Monteiro explica que a ideia é fazer com que os gestores públicos enxerguem as cidades com o olhar de uma criança, com equipamentos públicos adaptados, além de ações sociais e culturais.

    “Fora do país, esse projeto tem dado muito certo. Estamos falando de praças adaptadas para a primeira infância, bancos públicos no trajeto para a escola, pinturas de brincadeira no chão, sala de apoio à amamentação em empresas locais, fechamento de vias públicas no final de semana para lazer infantil, implementação de ações comunitárias e culturais voltadas para as crianças”, diz Fernanda.

    Esses são os critérios que a comissão de avaliação, formada por representantes do Criança Feliz Brasiliense, da Filiada Distrital da Sociedade Brasileira de Pediatria, do Conselho da Criança e Adolescente, da comunidade e da sociedade civil, observará. Também participam do comitê as secretarias de Assistência Social; das Cidades; da Criança; da Cultura e Economia Criativa; de Esporte e Lazer e de Governo.

    Criança Feliz Brasiliense

    O Criança Feliz Brasiliense foi instituído por decreto em maio deste ano, após dois anos aguardando a adesão do DF ao programa estabelecido pelo governo federal em 2016. O projeto é destinado a gestantes, crianças de até seis anos e suas famílias que recebem benefícios de complementação de renda, além daquelas afastadas do convívio familiar em razão de aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

    A principal ação são visitas domiciliares e a aproximação das famílias às políticas e serviços públicos. Os visitadores passaram por capacitação para assumirem o papel de levar mecanismos e dinâmica para melhorar o vínculo entre pais e crianças, além de se atentar às vulnerabilidades dos pequenos.

    Confira as ações de outras regiões classificadas:

    Região de Pequeno Porte

    Candangolândia:
    -Entrega de cerca de 300 brinquedos em creches da cidade;
    -Participação do público infantil das creches, escolas e do grupo escoteiro da região na comemoração de 63 anos da cidade;
    -Inauguração da Vila Noel, com direito a Papai Noel entregando mais de 3 mil brinquedos e
    -Pinturas lúdicas para crianças no trajeto para escolas e praças

    Fercal:
    -Revitalização dos parques infantis;
    -Pinturas lúdicas no chão, como amarelinha, desenhos do alfabeto e
    -Distribuição de livros para colorir com lápis de cor ou giz de cera.

    Região de Grande Porte:

    Recanto das Emas:
    -Pinturas lúdicas nas proximidades das escolas classes;
    -Encontros com crianças e
    -Rua do Lazer, na Quadra 805, com brincadeiras, jogos e brinquedos infláveis.

    Plano Piloto:
    – Criação de um espaço na administração para acolher crianças enquanto os responsáveis estão em atendimento; e
    -Implementação do programa Universidade da Criança, para capacitar adultos e torná-los agentes de transformação e difusores dos conhecimentos sobre o desenvolvimento infantil.

    Guará:
    -Implementação de sala de amamentação na administração e na creche Tia Joana;
    -Pinturas lúdicas em frente ao estacionamento da creche; e
    -Rua do Lazer.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Novacap faz 64 anos com entregas à comunidade

    Em 19 de setembro, próximo sábado, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) chega aos 64 anos de fundação. Uma história de...

    Linha de transmissão de energia vai beneficiar mais de 63 mil consumidores

    Só em Planaltina, mais de 41 mil consumidores serão beneficiados | Foto: Lucio Bernardo Jr./Agencia BrasiliaA construção da linha de transmissão de energia –...

    Governo na campanha de prevenção ao suicídio

    Dez de setembro é data marcada pelo Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Durante todo o mês, no Brasil, são promovidas ações de conscientização...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Tênis: final de semana de pódios brasileiros na Europa

    Neste domingo (13), a tenista Beatriz Haddad Maia garantiu o vice-campeonato do W25+ de Figueira da Foz, em Portugal. Depois de mais de quatro...

    Novacap faz 64 anos com entregas à comunidade

    Em 19 de setembro, próximo sábado, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) chega aos 64 anos de fundação. Uma história de...

    Com a melhor marca do ano, Thiago Braz fica em terceiro em Berlim

    O brasileiro Thiago Braz alcançou a marca de 5,82 metros na prova de salto do Meeting de Atletismo de Berlim (Alemanha), garantindo a terceira...

    São Paulo fica em primeiro lugar no ranking das smart cities

    A cidade de São Paulo ficou em primeiro lugar como a mais inteligente e conectada do país no Ranking Connected Smart Cities 2020. O...

    Projeto premiará RAs Amigas da Criança

    | Foto: DivulgaçãoAmarelinha no chão, bancos públicos no trajeto para escola, salas para amamentação e lazer aos fins de semana são algumas das propostas...