20.2 C
Distrito Federal
sábado, 30 maio, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More

    Polícia Civil e CEB assinam acordo de cooperação técnica para coibir crimes

    - PUBLICIDADE -


    A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e a CEB firmaram um acordo de cooperação técnica com o objetivo de coibir crimes praticados contra a distribuidora de energia e reduzir as perdas decorrentes desses atos. A iniciativa busca realizar um trabalho integrado para intensificar as operações de investigação e demais ações de repressão a fraudes de medidores de consumo, abalroamento de postes e furtos de cabos e transformadores de energia.

    “Esses crimes afetam financeiramente a companhia e, consequentemente, prejudicam todo o Distrito Federal”, enfatiza o diretor-geral da PCDF, Robson Cândido. “A população sofre porque muitas dessas ações criminosas afetam o fornecimento de energia. Com essa parceria, nós vamos intensificar o apoio à CEB para o combate a esses atos criminosos, porque sabemos do potencial e da grandiosidade que a companhia tem, além da importância do serviço que ela presta a todos nós.”

    Apuração agilizada

    O presidente da CEB, Edison Garcia, reforça a importância da parceria: “O apoio da Polícia Civil é imprescindível para a repressão da prática desses atos criminosos. Mediante ações de inteligência e investigação, esse acordo trará celeridade na apuração na prática criminosa contra a contra a companhia”.

    A CEB tem, por ano, um prejuízo de aproximadamente R$ 3 milhões com furtos de cabos de cobre, furto de transformadores e postes abalroados  que não são ressarcidos – nesse último caso, em função da dificuldade de localizar o autor. O acordo prevê uma adequação para que, quando um Boletim de Ocorrência (BO) indicar acidente de trânsito com poste de energia, automaticamente a CEB receba esses dados para solicitar o ressarcimento do dano ao autor.

    “Faz parte da nossa estratégia para trazer mais sustentabilidade econômico-financeira para a empresa acabar com furtos, com ‘gatos’ [ligações irregulares], com todo tipo de clandestinidade que gera perdas, e buscar, também, a regularidade de todos aqueles consumidores que fazem o uso da energia distribuída pela CEB”, concluiu Edison Garcia.

    Além do diretor-geral da PCDF e do presidente da CEB, participaram da cerimônia de assinatura de acordo o diretor do Departamento de Inteligência e Gestão da Informação da Polícia Civil, Saulo Ribeiro Lopes, e o diretor de atendimento ao cliente e tecnologia da informação da CEB, Gustavo Alvares.

     

     

    * Com informações da CEB

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial

    Um acordo judicial assinado na quinta-feira (28) estabeleceu o prazo máximo de 20 dias corridos para a análise de pedidos de auxílio emergencial em...

    Coruja presa em chassi é resgatada pela PMDF e CBMDF

      A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros resgataram uma coruja que estava presa no chassi de um caminhão na manhã deste sábado (30)...

    Após cancelamento de maratona, corredor propõe “desafio solidário”

    A pandemia da covid-19 forçou o adiamento da Maratona de Porto Alegre, que seria neste domingo (31), para novembro. Mas, pelo menos um corredor...

    Atendimento da dengue no HRG vai para UBSs da região

    Região de Saúde Sul já conta com o reforço de 52 novos profissionais de saúde | Foto: Breno Esaki / Secretaria de Saúde Devido à...

    PMDF intensifica policiamento de trânsito pelo Distrito Federal

    A PMDF por meio Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) fiscalizou a área do Paranoa, Itapõa e área central de Brasília, das 7h às...