23.2 C
Distrito Federal
21/09/2020 - 03:52 AM

As Quentes da política do DF

MP 971/20 em pauta Está em pauta na Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (17), a medida provisória 971/20 que trata do aumento salarial  da força...
More

    GDF capacita policiais para combater violência doméstica


    A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) realizará, durante todo o mês de agosto, diversas ações na prevenção e enfrentamento da violência contra a mulher. 

    A Subsecretaria de Ensino e Gestão de Pessoas (Suegep), por exemplo, vai realizar um curso de capacitação voltado profissionais de segurança pública e demais órgãos envolvidos com o aplicativo Viva Flor, que dá segurança preventiva para ofendidas em medida protetiva de urgência. 

    O conteúdo será voltado para o aperfeiçoamento desses profissionais. Com carga horário de 10 h/a,  o servidor poderá ser concluir as atividades a distância em até 30 dias, a partir da inscrição.

    Em março, a pasta realizou o nível básico do Curso Básico de Enfrentamento a Todas as Formas de Violência Contra as Mulheres, na modalidade a distância. Trinta profissionais foram capacitados. 

    O curso tem o objetivo de produzir conhecimentos críticos básicos sobre o cenário que envolve o enfrentamento à violência contra as mulheres. Novas turmas do nível básico serão abertas e a fase avançada do curso e novas está sendo planejada.  

    No ano passado, 1.815 profissionais da Segurança Pública foram capacitados nesta temática. Em parceria com o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), forças de segurança e sistema penitenciário local, os profissionais receberam informações para o melhor atendimento às mulheres vítimas de violência, enfrentamento ao feminicídio e à violência doméstica e familiar.

    Foto: Agência Brasília/Arquivo

    Deste total de capacitações, 724 eram policiais militares recém-ingressados na PMDF: eles tiveram palestras com foco nas políticas públicas de enfrentamento à violência doméstica e familiar, e no atendimento não-revitimizador, com base na Lei Maria da Penha e temáticas correlatas. 

    Esta foi a primeira vez que a disciplina, que passou a ser obrigatória em todos os cursos de formação e aperfeiçoamento da corporação, por conta de gestão e parceria realizadas com a SSP/DF, foi aplicada em um curso de formação de praças.

    Maria da Penha
    Outro objetivo dos gestores e profissionais da SSP é chamar a atenção para a Lei Maria da Penha, sancionada no dia 7 de agosto de 2006. Neste ano, completam quatorze anos que o dispositivo legal passou a ser utilizado.

    “A Lei Maria da Penha é um marco no combate à violência de gênero, determinante para o reconhecimento de todos os tipos de violência – seja ela física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral – e responsabilização dos agressores”, ressalta o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres. “O enfrentamento a todo tipo de violência contra a mulher é prioridade nas políticas de segurança desenvolvidas pela GDF”, destaca.

    A questão da assistência à mulher em situação de violência doméstica e familiar, com destaque para as medidas integradas de prevenção, atendimento pela autoridade policial e assistência social às vítimas, é definida pela Lei. Mas é essencial que a sociedade reflita sobre as questões de gênero. É importante que as pessoas não se omitam ao testemunhar qualquer tipo de agressão física ou psicológica.

    “O ditado ‘em briga de marido e mulher não se mete a colher’ limitou o consciente coletivo, e nosso dever, neste mês e diante de todas as ações que desenvolvemos ao longo do ano, é ir contra a esse pensamento e alertar que testemunhas próximas podem ser a ponte entre vítima e a Segurança Pública”, alertou Torres.

    Atendimento especializado
    Para atender as vítimas de violência, o Distrito Federal conta com duas delegacias especializadas no atendimento à mulher: a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher I, que funciona na Asa Sul, e a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher II (DEAM II), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). 

    As delegacias funcionam 24 horas por dia. Além disso, todas as delegacias circunscricionais contam com seções de atendimento à mulher.

    A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) oferece policiamento especializado para atendimento às mulheres por meio do programa de Prevenção Orientada à Violência Doméstica (Provid). 

    O trabalho ajuda a prevenir, inibir e interromper o ciclo da violência doméstica. Neste ano, o programa realizou 6.992 atendimentos. Oitenta e cinco palestras e reuniões de rede foram realizadas neste ano, antes da pandemia.  

    No último ano, o programa foi ampliado para 31 Regiões Administrativas do DF.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Reconstrução de barragem permite retomada agrícola no Rio Preto

    Cerca de 12 famílias de produtores rurais da comunidade agrícola Chácara 90, localizada no Núcleo Rural Rio Preto, na região de Planaltina, serão beneficiadas...

    Hospital de campanha integrará grupo de pesquisa

    Excelência da unidade de combate exclusivo ao coronavírus é reconhecida internacionalmente | Foto: Agência SaúdeContratado pela Secretaria de Saúde, o Hospital de Campanha do...

    Dia da Árvore será celebrado com cursos de capacitação e bolsa salarial

    A Secretaria de Trabalho e o Jardim Botânico de Brasília encabeçam evento comemorativo ao Dia Árvore, nesta segunda-feira (21), com oportunidade de crescimento profissional...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Homem é preso com pistola em festa na Ponte Alta

      Um homem foi preso suspeito de porte ilegal de arma de fogo em uma festa na DF 475, Ponte Alta no Gama, às 21h15...

    PMDF prende homem armado em São Sebastião

    Um homem foi preso suspeito de porte ilegal de arma de fogo após abordagem no bairro Bela Vista em São Sebastião, às 18h50 deste...

    Policiais militares apreendem maconha e crack durante abordagem no Varjão

    Um homem foi detido pelos policiais militares do 24º Batalhão suspeito de tráfico de drogas, às 13h deste sábado (19). Ele foi visto na...

    PMDF resgata três papagaios no Riacho Fundo

    Policiais militares do Grupo Tático Ambiental (GTA) resgataram três papagaios na Colônia Agrícola Sucupira, no Riacho Fundo. A equipe da PMDF foi acionada, às...

    Saúde atualiza números da pandemia: Brasil tem 363 novos óbitos

    Segundo a última atualização do Ministério da Saúde, mais 363 pessoas morreram por causa da covid-19 no Brasil neste domingo (20). Com isso, o...