19 C
Distrito Federal
05/07/2020 - 20:42 PM

As Quentes da Política do DF

Santa Maria totalmente democrática  Pela primeira vez na Santa Maria, veículos de comunicação e comunidade podem circular tranquilamente na Administração Regional. O recém-administrador nomeado, Renato...
More

    Doações do Pátria Voluntária para o DF


    A presidente do conselho do Programa Pátria Voluntária, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, e a secretária de Desenvolvimento Social do Distrito Federal, Mayara Noronha Rocha, visitaram o Alojamento Provisório de Ceilândia, montado para acolher as pessoas em situação de rua neste período de pandemia do Covid-19. Durante a visita, foram entregues 200 mantas, 50 cobertores e 200 pares de chinelos arrecadados durante a campanha realizada com os servidores da Esplanada dos Ministérios. Os donativos foram recebidos pelos 175 acolhidos no alojamento.

    “Estamos em um momento delicado, de pandemia, em que precisamos firmar e reforçar parcerias. A Michelle é uma parceira de primeira hora do DF. Sempre podemos contar com seu apoio para reforçar as políticas públicas para a população”, destacou a secretária.

    Comemorando um ano a frente do programa de voluntariado do governo federal, Michelle Bolsonaro explicou as futuras ações. “Mobilizamos e conseguimos sensibilizar os amigos servidores federais, que seguem nos apoiando neste um ano do Programa Pátria Voluntária. Agora, vamos realizar uma nova campanha em busca de agasalhos”, enfatizou Michelle Bolsonaro.

    Superação
    Após a entrega das doações, Mayara Noronha Rocha e Michelle Bolsonaro visitaram as instalações do alojamento que é coordenado pela Instituição Mãos Solidárias em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). Elas acompanharam a oficina de pizzaiollo. O curso de qualificação profissional é dado pelo mineiro Danilo Rodrigues, de 36 anos. O cozinheiro veio para o Distrito Federal no início deste ano, mas em razão da pandemia do novo coronavírus ficou sem emprego, e acabou parando na rua. Atendido pela equipe de Abordagem Social, foi levado para o alojamento de Ceilândia. Com a rede de apoio da equipe social da Sedes e do Instituto Mãos Solidária, conseguiu reestruturar sua vida, arrumar um emprego e até mesmo alugar um apartamento.

    Agora, ele frequenta o alojamento como voluntário. “Consegui tudo isso graças a esse serviço do governo do DF, junto com o Instituto. Eles fizeram muito por mim, encontrei uma família. Agora, tenho uma missão com esses rapazes que estão aqui. Me sinto na obrigação de retribuir de alguma forma, e sei que eles podem aprender essa profissão e mudar de vida”, enfatiza o pizzaiollo Danilo.

    Na oficina de tapeçaria, o costureiro Pedro Henrique Almeida, de 23 anos, que por questões familiares foi parar nas ruas, disse que espera buscar um emprego assim que a pandemia passar. “Vou ficar aqui para não pegar essa doença. Estou preocupado com minha família em Tocantins, mas sei que eles estão bem. Então, agora, eu vou me cuidar e ficar bem aqui”, ressalta.

    Acolhimento
    O Alojamento Provisório de Ceilândia, instalado no Estádio Abadião, começou a funcionar no dia 15 de maio. Com capacidade para atender até 200 pessoas, a unidade foi estruturada para oferecer o isolamento social adequado e digno para a população em situação de rua do DF. No local, o cidadão tem acesso a dormitório, três refeições, banheiros, área de lazer, biblioteca, oficinas integrativas e de arte, além de cursos profissionalizantes.

    A equipe do Consultório na Rua, da Secretaria de Saúde, presta atendimento no alojamento. Os acolhidos passam por testagem para o novo coronavírus.

    Desde o início das atividades, 10 pessoas foram encaminhadas para clínicas de reabilitação e 25 seguiram para atuação em cooperativas de trabalho, além de casos pontuais de reinserção família

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Beneficiários do Parque dos Ipês (Crixá III): reunião no próximo sábado

    A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF) convoca os beneficiários do Crixá III a participarem  da constituição de condomínio e constituição da...

    Conselho de Segurança Alimentar quer ouvir a opinião da sociedade

    O Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Distrito Federal (Consea-DF) quer ouvir a sociedade civil sobre a melhor aplicação das políticas públicas voltadas...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Brasil tem 1.603.055 casos de covid-19 diagnosticados

    Boletim divulgado hoje (5) pelo Ministério da Saúde, registra que até o momento o Brasil tem 1.603.055 casos da covid-19. Desses, 64.867 casos resultaram...

    Rio de Janeiro registra 10.667 mortes por coronavírus

    O estado do Rio de Janeiro registrou, até este domingo (5), 10.667 mortes provocadas pelo novo coronavírus (covid-19), entre os 121.292 casos confirmados. De...

    São Paulo passa de 16 mil óbitos por coronavírus

    Balanço da Secretaria estadual da Saúde de São Paulo, divulgado na tarde de hoje (5), demonstra que o estado de São Paulo soma agora...

    Rio terá atendimento a crianças e jovens com depressão pós-covid-19

    O Ambulatório de Psiquiatria da Infância e Adolescência da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, no centro da cidade, criou um projeto...

    Moradores do Paranoá ganham domingos ao ar livre

    Tênis, roupas esportivas, bikes e máscaras. O “novo normal” mostrou as caras neste domingo (5), no Paranoá, onde foi lançado o projeto Domingo da...