20.2 C
Distrito Federal
sexta-feira, 29 maio, 2020

As Quentes da Política do DF

Inquéritos das Fake News Oito deputados ligados ao presidente Bolsonaro são alvo da operação da Polícia Federal que investiga Fake News na internet contra os...
More

    SUS oferece mais um medicamento para o tratamento de epilepsia

    O levetiracetam estará disponível à população em até 180 dias

    - PUBLICIDADE -



    O medicamento levetiracetam é a nova aposta do Ministério da Saúde para melhorar a qualidade de vida de pacientes, em especial daqueles que dependem de pelo menos dois anticonvulsivantes para inibir e controlar as crises convulsivas.

     

    Com a decisão publicada em 5 de dezembro no Diário Oficial da União, por meio da Portaria SCTIE/MS nº 56, o levetiracetam estará disponível à população em até 180 dias. De acordo com as evidências científicas analisadas pela CONITEC, esse medicamento é eficaz na prevenção e no controle de crises convulsivas, com um mínimo de efeitos indesejáveis, sendo indicado, especialmente, nos casos em que o paciente não responde bem ao uso de apenas um tipo de anticonvulsivante, tendo que usar um ou mais antiepiléticos para conter as crises.

    A epilepsia é uma desordem crônica neurológica e as crises convulsivas, provocadas por descargas elétricas cerebrais anormais, são o seu principal sintoma.

     

    Uso do medicamento

    O levetiracetam é comercializado nos Estados Unidos desde 2000, e, no Brasil, desde dezembro de 2015. Agora, vai ser oferecido pelo SUS, pois há evidências de sua eficácia e segurança para tratamento de pacientes com crises convulsivas simples ou complexas e para adultos e crianças com mais de 6 anos de idade que não respondem ao tratamento com apenas um tipo de anticonvulsivante.

    Duas outras portarias já foram publicadas este ano, incorporando o levetiracetam na rede pública de saúde para mais duas indicações: tratamento de convulsões em pacientes com microcefalia e tratamento de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil, uma forma de epilepsia que ocorre na adolescência e tem relação com a história familiar dos indivíduos.

     

    Texto: Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS

     

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo no Riacho Fundo II

    Um homem foi preso por ilegal de arma de fogo, na noite de quinta-feira (28), na QN 8D, conjunto 1 do Riacho Fundo II. A...

    Investigado por desvios na saúde, Edmar Santos deixa o governo Witzel

    O governo do estado do Rio confirmou agora à noite que Edmar Santos pediu exoneração ao governador Wilson Witzel do cargo de secretário extraordinário...

    Setur orienta artesãos do DF para retomada de atividades

      Abertura gradual do comércio impulsiona o artesanato local; orientações de preservação da saúde são seguidas à risca | Foto: Luís Tajes / Setur O artesanato...

    PMDF apreende mais de R$ 25.000 proveniente de provável tráfico de drogas

    Policiais militares do Grupo Tático Operacional 24 (Gtop 24), prenderam dois homens e apreenderam cerca de R$ 25.000 e substâncias que aparentam ser maconha...

    Respeito às normas marca a luta contra coronavírus

    A luta do Governo do Distrito Federal (GDF) contra o coronavírus, causador da Covid-19, vai além do esforço concentrado nas áreas de saúde, segurança...