Foto: Reprodução

A Ex-governadora Maria de Lurdes Abadia tomou posse como Secretária de Estado de Projetos Estratégicos do Governo de Brasília. A posse teve um “ar de povão”, que há muito tempo não era presenciado no salão do Palácio do Buriti.

Abadia não se esqueceu de citar sua biografia política, o que dá um Up Grade na carreira de qualquer mulher na política. Sempre voltada para as Obras Sociais, ela levará um time começando com a presença do Tucano Virgílio Neto, que será seu Secretário de Integração de Ações Sociais. Ele que tem boa representatividade com seu trabalho social firme na Ceilândia e em outras cidades do DF.

A união do PSDB-DF com o PSB-DF foi sacramentada com uma das fundadoras do partido no Governo Rollemberg. Figuras carimbadas do ninho tucano participaram da solenidade, como o ex- presidente do PSDB-DF Márcio Machado, a empresária Regina Lacerda, Matheus Leone, Gustavo Dias, lideranças políticas da Ceilândia e de todo o DF. Teve também a participação de vários deputados distritais e a do Deputado Federal Caio Narcio do PSDB-MG, que no seu discurso citou Abadia como figura histórica com responsabilidade no DF, enaltecendo a ex-vice governadora, e deixando claro que, aqueles que divergem da linha de Abadia deverão respeitar sua biografia inquestionável na vida pública.

Para os tucanos a posse da Abadia como Secretária do Governo Rollemberg tirou de vez o sonho solo do Deputado Federal Izalci, que se colocou como candidato do partido, ferindo a participação democrática dos correligionários.

Nesse momento alegre, a Tucana Abadia deixou claro que não será expulsa do partido, e nem deixará de ser Tucana, porque “suas plumagens são de excelência”, fazendo alusão às dificuldades que o PSDB-DF enfrenta com a executiva provisória imposta e nada democrática. “Posso andar na rua e olhar nos olhos dos meus eleitores sem mudar de calçada”, disse Abadia provavelmente se referindo ao momento vergonhoso que passa a política.

O Governador Rodrigo Rollemberg (PSB) afirmou que Abadia e ele nunca tiveram divergências profundas, e que existe respeito entre PSB-DF e PSDB-DF. O Governador acredita que o partido de Abadia irá compor outras partes do governo.

Para o Deputado Izalci, a coisa não anda boa. O momento é propício para arrumar a mala e procurar abrigo em outro partido, já que pardal é de fácil adaptação.

Cris Oliveira

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.