Rollemberg, acompanhado do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, inaugurou nesta segunda (2) a Estação de Tratamento de Água do Lago Norte. Estrutura tem capacidade para extrair 700 litros por segundo. Foto: Tony Winston/Agência Brasília
MARYNA LACERDA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

O Distrito Federal ganha reforço de captação de 700 litros por segundo de água a partir desta segunda-feira (2) com a inauguração da Estação de Tratamento de Água do Lago Norte (até então tratada como Subsistema Produtor do Lago Norte), na ML 4 do Lago Norte.

“Essa quantidade representa 20% de toda a água retirada da Bacia do Descoberto diariamente”, explicou o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, na cerimônia de inauguração nesta manhã.Foram investidos R$ 42 milhões, com recursos provenientes do governo federal. A obra teve duração de cinco meses e é a primeira intervenção para ampliar o abastecimento de água em 17 anos.

O chefe do Executivo destacou que a água captada é de excelente qualidade e não vai impactar na redução do volume do reservatório. “O Lago Paranoá tem condição de fornecer uma quantidade muito maior de água do que esse volume que está sendo retirado.”

O reforço proporcionado pela obra é prioridade para a redução dos impactos da crise hídrica no DF, de acordo com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. “É fundamental garantir água na torneira da população”, disse.

Segundo o diretor-presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), Maurício Luduvice, o tempo de execução recorde da estação do Lago Norte reforça o compromisso do governo com a qualidade de vida da população. “Isso mostra que a engenharia brasileira pode fazer muito pela população”, disse.

Reforço para o Sistema Descoberto

A Estação de Tratamento de Água do Lago Norte capta água por meio de balsas flutuantes e faz o tratamento do recurso no próprio local.

A estrutura fica na ML 4, no Setor de Mansões do Lago Norte, e trata-se de uma estação de tratamento de água compacta, com membranas de ultrafiltração, uma das mais modernas tecnologias para tratar água.

LEIA TAMBÉM

O governador Rollemberg acompanhou os testes de captação da água do Lago Paranoá nesta quinta-feira (14) e visitou a balsa onde ocorre o processo.

CAESB FAZ TESTES DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA DO LAGO PARANOÁ

Projeto Como Pode um Peixe Vivo é lançado no Riacho Fundo I na manhã deste sábado (2) pelo governador de Brasília Rodrigo Rollemberg.

COMO PODE UM PEIXE VIVO É LANÇADO NO RIACHO FUNDO I

Em reunião com secretários e representantes da administração indireta, Rollemberg determinou que o foco deve continuar em ações estratégicas que resultem em benefícios diretos para a população.

GOVERNO CONCENTRA ESFORÇOS EM PROJETOS PRIORITÁRIOS

Economia de água deve ser mantida mesmo com o início do período de chuvas.

CRISE HÍDRICA: ECONOMIA DE ÁGUA DEVE CONTINUAR MESMO COM INÍCIO DAS CHUVAS

O local também foi escolhido pela boa qualidade da água no braço do Torto, que já havia sido testada nos estudos para implementação do sistema definitivo de captação no Lago Paranoá.

Com a nova estação, a Caesb vai abastecer o Lago Norte, o Paranoá, o Itapoã e o Taquari. Dessa forma, a água proveniente do Sistema Santa Maria-Torto, que abastecia essas regiões, será transferida para outros dois reservatórios — um no Parque da Cidade e outro no Cruzeiro — e ficará disponível para reforçar o abastecimento pelo Sistema Descoberto.

A operação será, durante três meses, assistida, ou seja, com o acompanhamento da Enfil S.A. Controle Ambiental, empresa responsável pela obra. Depois desse prazo, passa a ser operado exclusivamente pela Caesb.

Aguarde mais informações.

EDIÇÃO: PAULA OLIVEIRA Agência Brasília

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.