AApple está sendo processada por supostamente ter vendido a terceiros os dados pessoais dos seus clientes obtidos através do iTunes e do Apple Music, diz a Bloomberg.

O processo conta o caso de três clientes das áreas de Rhode Island e Michigan – Leigh Wheaton, Jill Paul e Trevor Paul – cujos dados incluem não só os nomes completos, gênero, endereços das respectivas residências e até músicas compradas e gêneros mais ouvidos nos serviços da Apple.

Cada um dos responsáveis pelo processo exige agora à Apple um montante entre os 250 e os 5 mil dólares, isto é, entre 1,3 mil e 25 mil reais.

Leia mais: Jovem hacker que invadiu a Apple só queria um emprego

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. Por favor leia nossa Política de comentários antes de comentar.