15.4 C
Distrito Federal
16/09/2020 - 07:06 AM

As Quentes da Política do DF

Operação Gutemburgo nas ruas Mais uma vez o Governo Dilma e Agnelo é lembrado por uma operação deflagada pelo MPDFT. Dessa vez a operação Gutemburgo...
More

    Pesquisadores usam Sirius para estudar detalhes do novo coronavírus


    A maior e mais complexa infraestrutura científica do país, o Sirius, acelerador síncroton do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP), está sendo utilizado por pesquisadores desde o início de setembro para estudar cristais de proteínas do novo coronavírus.

    Uma equipe de cientistas da Universidade de São Paulo (USP) está analisando mais de 200 amostras de cristais de proteínas de Sars-Cov-2, buscando, com o acelerador de partículas, elucidar as estruturas moleculares fundamentais para o ciclo de vida do vírus.

    Imagem em 3D de proteína do novo coronavírus obtida no Sirius.
    Imagem em 3D de proteína do novo coronavírus obtida no Sirius.

    Imagem em 3D de proteína do novo coronavírus obtida no Sirius. – Divulgação/CNPEM

    De acordo com o centro, o objetivo dos pesquisadores da universidade é conseguir compreender os mecanismos de ligação dessas proteínas a substâncias que podem inibir suas atividades, interferindo no ciclo de vida do vírus, o que possibilitaria a criação de novos medicamentos antivirais de ação direta.

    “Para buscarmos ligantes que podem se conectar às proteínas do vírus, inibindo a sua atividade, precisamos de uma fonte de luz síncrotron. Neste sentido, o Sirius passa a ser um salto quântico para a comunidade de cristalografia brasileira”, disse o coordenador da pesquisa, o professor Glaucius Oliva.

    Segundo o centro de pesquisa, os dados coletados no Sirius possibilitam aos pesquisadores identificar o posicionamento de cada átomo da proteína e assim verificar em quais pontos exatos ocorrem a ligação a outras substâncias.

    Dentre as proteínas estudadas pela USP, está a endoribonuclease viral NSP-15, que tem funções ainda não totalmente compreendidas pelos cientistas. A principal hipótese é que ela seja usada pelo novo coronavírus para driblar o sistema imune das células. Também estão sendo estudadas as proteínas NSP-3 e NSP-5, ambas com importante papel na replicação e transcrição do material genético do vírus.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Medida provisória prevê R$ 265 milhões para Educação e Cidadania

    Crédito extraordinário de quase R$ 265 milhões vai permitir que o Ministério da Educação use o recurso em gastos adicionais com a realização do...

    Governo libera R$ 3,8 milhões para combate aos incêndios em MS

    O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) liberou R$ 3,8 milhões para ações de combate a incêndios florestais em Mato Grosso do Sul, principalmente na...

    Athletico-PR vence de virada na Libertadores

    No retorno da Libertadores da América, o Athletico-PR venceu o Jorge Wilstermann (Bolívia) por 3 a 2 na noite desta terça-feira (15). O jogo...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Três jogos movimentam a noite pela quarta fase da Copa do Brasil

    Os duelos da quarta fase da Copa do Brasil começam nesta quarta-feira (16) e os primeiros times a entrarem em campo serão Ponte Preta e América Mineiro, às...

    Pesquisadores usam Sirius para estudar detalhes do novo coronavírus

    A maior e mais complexa infraestrutura científica do país, o Sirius, acelerador síncroton do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em...

    PM prende irmãos que agrediram e ameaçaram de morte a própria mãe no Itapoã

    A Polícia Militar apreendeu dois irmãos, um de 17 anos e o outro de 15, acusados de agredir e ameaçar de morte a própria...

    PM prende trio de receptadores que circulava em carro roubado em Taguatinga

    Os policiais militares prenderam o trio de homens que circulava em carro roubado em Taguatinga Sul. Os homens foram detidos no posto de combustíveis...

    Caesb avança em obras de setorização de redes em Taguatinga

    A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) avançará mais uma etapa da substituição das tubulações de água e  setorização das redes de...