15 C
Distrito Federal
10/07/2020 - 03:56 AM

As Quentes da Política do DF

Trocas de cadeiras no GDF O governador esquentou a caneta azul na tarde de ontem. Devolveu o DF-Legal para o PP de Celina Leão e...
More
    - PUBLICIDADE -

    Senadores de Minas Gerais ficam em cima do muro sobre indicação de Eduardo Bolsonaro

    - PUBLICIDADE -



    Os senadores mineiros Antonio Anastasia (PSDB), Rodrigo Pacheco (DEM) e Carlos Viana (PSD) ficam em cima do muro sobre a provável indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

    Ouça aqui a matéria completa!

    O presidente já adiantou que a decisão está tomada. Contudo, ao contrário de outros senadores, como Simone Tebet (MDB-MS), Alvaro Dias (PODE), Marcos do Val (Cidadania-ES), Mara Gabrilli (PSDB-SP) – todos com manifestações contra a medida – e Major Olímpio (PSL-SP) – favorável -, os senadores de Minas, procurados pela Itatiaia, optaram por não se posicionar antes da oficialização do presidente Jair Bolsonaro e da sabatina na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

    “Não dá para confiar na nossa classe política. Temos um milhão de provas com relação a isso. E, sobretudo, em termos de assuntos internacionais, porque os partidos políticos brasileiros não têm uma visão de mundo. A parte que eles dedicam ao plano internacional é assim… ridícula. Não tem uma cultura no Congresso Nacional com relação aos temas internacionais. Então, considerando o nosso jogo político, é muito provável que o nome do Eduardo Bolsonaro seja referendado pelo nosso Senado, o que é uma dupla vergonha para o país”, criticou o professor de relações internacionais da Universidade de Brasília (UNB), Pio Pena, em entrevista à Itatiaia.

    O professor classifica como lástima a decisão do presidente de indicar o próprio filho para uma função tão importante. “É uma lástima. É uma vergonha não apenas nacional, mas internacional porque isso não existe. Um presidente indicar o próprio filho, de 35 anos de idade, sem credenciais nenhuma em termos de domínio de política externa, de conhecimento de relações internacionais para ser embaixador do Brasil em um dos países mais importantes para a política externa brasileira”, criticou. “Além de tudo ainda tem a questão do nepotismo”.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Coronavírus: 14 Estados e o DF registram mortes relacionadas à covid-19

    O registro de mortes de pacientes infectados pelo novo coronavírus (covid-19) alcançou 14 Estados e o Distrito Federal nesta segunda-fera. O balanço de casos...

    BH tem ‘Anjos do Carnaval’ contra abuso e assédio nos bloquinhos da cidade

    O estudante Pedro Rosemberg é um dos colaboradores da ação na capital. "Acredito que estamos longe de acabar com o machismo, violência, abusos, homofobia e racismo. Nós devemos...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    PMDF recupera veículo roubado em Sobradinho

      Os policiais do 13º Batalhão receberam uma chamada na rede de rádio, referente há uma denúncia feita diretamente no Batalhão da PMDF, nessa quinta-feira(10),...

    Briga de vizinho acaba com traficante preso

    Os policiais do 13º Batalhão prenderam um homem por tráfico de drogas, Às 21h50, na Chácara Buriti, nessa quinta-feira (10), A equipe do Grupo...

    PMDF apreende dois tijolos de maconha em Taguatinga Sul

    Quatro homens foram detidos por tráfico de drogas, por volta das 19h30 desta quinta-feira (9), próximo a CSG, em Taguatinga Sul. Com eles foram...

    Homem é detido com revólver próximo ao Taguaparque

    Após denúncia, um homem foi preso portando irregularmente um revólver, por volta das 21h desta quinta-feira (9), próximo ao Taguaparque, no Pistão Norte. A equipe...

    Fuvest fará prova da primeira fase da USP em 10 de janeiro de 2021

    A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), que realiza o vestibular para a Universidade de São Paulo (USP), divulgou na noite de hoje (9)...