20.4 C
Distrito Federal
07/08/2020 - 21:05 PM

As Quentes da Política do DF

Avante na eleição do Entorno O vice-governador Paco Brito, secretário-geral do partido AVANTE, tem apoiado nomes fortes na região do Entorno. Paco esteve reunido na...
More
    - PUBLICIDADE -

    Porto do Rio faz 110 anos e busca mais competitividade e eficiência



    A busca de mais competitividade é um dos objetivos do Ministério da Infraestrutura para o Porto do Rio de Janeiro, que completou hoje (20) 110 anos. O secretário executivo da pasta, Marcelo Sampaio, destacou que o planejamento estratégico é uma ferramenta importante para alcançar esse objetivo.

    “A nossa ambição, como governo, como Ministério da Infraestrutura aqui, é promover a modernização da nossa infraestrutura nacional, com o intuito de aumentar a competitividade internacional do país e melhorar a qualidade de vida da nossa população”, disse Sampaio, durante conferência virtual comemorativa do aniversário do Porto do Rio.

    De acordo com o secretário, o ministério tem trabalhado com planejamento alinhado para o setor portuário, que está colocado na Agenda Pró-Brasil, que procura desburocratizar as normas vigentes e criar um ambiente favorável a investimentos públicos e em parceria com o setor privado.

    Privatização

    Sampaio afirmou que o objetivo é tornar os portos mais eficientes, o que, segundo ele, passa pela privatização dos equipamentos públicos.

    O secretário ressaltou que a ideia era começar pela privatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Condesa), “até para testar o modelo”. O esforço visa tornar a Companhia Docas menor, mais simples em termos de portabilidade e mais saudável em termos de contabilidade. Sampaio informou que há um movimento que defende a privatização em conjunto da Companhia Docas de São Paulo (Codesp) e da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que administra o Porto do Rio.

    “Este é, sem dúvida, o futuro para a Companhia Docas do Rio”, disse o secretário. Para isso, terá de ser concluido o trabalho de saneamento da empresa, de modo a torná-la mais eficiente, acrescentou.

    O diretor do Departamento de Navegação e Hidrovias da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários e presidente do Conselho de Administração da Companhia Docas do Rio, Dino Antunes Dias Batista, reiterou que trazer eficiência para a atividade portuária é um dos trabalhos efetuados pelo ministério.

    Batista disse que a profissionalização da gestão das companhias Docas é um dos caminhos importantes para se alcançar essa meta, salientou.

    Conquistas

    O diretor-presidente da Companhia Docas do Rio, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, citou, entre as conquistas recentes da empresa para o Porto do Rio, os investimentos em alta tecnologia para a melhoria dos acessos aquaviário e terrestre ao porto. Ele destacou a navegação noturna pelo Canal de Cotunduba, que está em fase de testes. O canal não precisa de dragagem, não tem assoreamento (acúmulo de sedimentos) e poderá ser usado à noite pelos navios.

    Laranjeira citou também as manobras experimentais (ramp up) dos navios de 336 metros de LOA (length overall, medida que indica o comprimento máximo da embarcação) ; o Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS Code, do inglês International Ship and Port Facility Security Code) e a elevação dos níveis de segurança portuária; a implantação do sistema de calado dinâmico, que vai aumentar a movimentação de carga, e do Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações (VTMIS), visando ao aumento da segurança da navegação; além da informatização do sistema de controle do acesso de veículos e pessoas.

    Segundo Laranjeira, até o terceiro trimestre do ano que vem, a primeira fase de implantação do Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações deverá estar concluída, em parceria com o Ministério da Infraestrutura.

    Outro assunto foi a construção da Avenida Portuária, via exclusiva para caminhões que ligará a Avenida Brasil ao porto e que deverá ampliar em cerca de 50% o movimento no local. Laranjeira citou ainda a renovação da concessão da MRS, que poderá incluir projetos para aumentar a capacidade do porto pelo modal ferroviário; a melhoria da gestão da Autoridade Portuária; o projeto de urbanismo Rua Walls, que prevê a pintura artística de alguns armazéns do porto, ao longo de 1,5 quilômetro do Cais da Gamboa, neste semestre. A companhia fará ainda arrendamentos para carga geral, granéis líquidos e apoio offshore (no mar).

    Durante o evento, promovido pela Companhia Docas do Rio em parceria com o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Rio de Janeiro (Sindoperj) e as empresas arrendatárias do porto, foi lançada a versão digital do livro Porto do Rio Século XXI. Produzido pela Secretaria de Transportes do Estado e pelo Sindoperj, o estudo tem apoio da acompanhia Docas e apresenta projetos considerados prioritários para a melhoria do porto.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Ex-secretário diz que contratos anteriores causaram sua demissão

    O ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Fernando Ferry, disse hoje (25) que tomou a decisão de deixar o cargo na segunda-feira...

    Estado do Rio de Janeiro registra 239 mortes por covid-19 em 24 horas

    O Estado do Rio de Janeiro registrou 239 mortes por convid-19 nas 24 horas entre o boletim divulgado nesta segunda-feira (16) e o de hoje. De acordo...

    Hospital de campanha da prefeitura do Rio recebe primeiros pacientes

    O hospital de campanha inaugurado na manhã de ontem (1º) pela prefeitura do Rio de Janeiro, no centro de convenções Riocentro, recebeu seus primeiros...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Prefeitos querem flexibilizar pagamento mínimo da educação em 2020

    A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) apresentou hoje (7) ao ministro da Economia, Paulo Guedes, uma pauta de reivindicações que inclui a possibilidade de...

    Chega a 17 número de mortos em acidente aéreo na Índia

    Pelo menos 17 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas quando um avião de passageiros da Air India Express, que repatriava cidadãos indianos...

    Covid-19: Brasil tem 2,96 milhões de casos e 99,5 mil mortes

    O Brasil chegou a 99.572 mortes desde o início da pandemia do novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.079 óbitos, segundo o balanço...

    PMDF apreende rifle em São Sebastião

    Os policiais do 21º Batalhão apreenderam  um rifle na Rua 11, conjunto A, em São Sebastião, às 13h05, dessa sexta-feira(07). A equipe do Grupo Tático...

    Retomada da coleta seletiva é ampliada

    A partir de segunda-feira (10), o serviço de coleta seletiva do SLU volta a funcionar  no Guará I e  no Guará II, Ceilândia e...