18.3 C
Distrito Federal
30/06/2020 - 21:15 PM

As quentes da política do DF

Ibaneis recebe voto de louvor no Piauí A Assembleia Legislativa do Estado do Piauí aprovou voto de louvor a Ibaneis Rocha pela postura adotada pelo...
More

    Auxílio emergencial: como conferir se o CPF foi usado em uma fraude



    Os brasileiros que suspeitam de fraudes no pedido de auxílio emergencial com o uso dos seus dados podem consultar a página do benefício para verificar as informações.

    Nessa página, o cidadão deve informar CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

    Segundo o tutorial para consultar a situação do benefício, há cinco respostas possíveis para o pedido de auxílio que podem ajudar a entender se há algo de errado com o cadastro.

    Confira as respostas possíveis indicadas no tutorial:

    Benefício aprovado: Significa que o cidadão é elegível a receber o auxílio emergencial. A data de envio para a Caixa não representa a data efetiva do pagamento do benefício. O calendário de pagamento dos beneficiários deverá ser consultado diretamente no site da Caixa.

    Benefício não aprovado: Significa que o cidadão não é elegível a receber o auxílio emergencial. Na mesma tela, o cidadão poderá verificar qual critério não foi atendido, motivo que causou a sua inelegibilidade ao benefício.

    Requerimento não encontrado: Caso o requerimento do cidadão ainda não tenha sido recebido pela Dataprev, é apresentada a mensagem “Requerimento não encontrado”.

    Requerimento retido: A mensagem significa que o cadastro foi retido pela equipe de homologação do Ministério da Cidadania em função da complexidade de cenários e cruzamentos. Com isso, será realizado novo reprocessamento das informações pela Dataprev.

    Dados inconclusivos: Caso o sistema identifique problemas nos dados do cidadão que impeçam a análise para concessão do benefício, o sistema vai orientar que se realize um novo requerimento no site da Caixa para complementar ou confirmar seus dados cadastrais ou de sua família.

    Assim, observando essas respostas, é possível saber se alguém usou os dados indevidamente para pedir o benefício.

    Segundo o Ministério da Cidadania, em casos suspeitos de fraude no auxílio emergencial, o cidadão deve registrar denúncia no sistema Fala.Br (Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da Controladoria Geral da União – CGU), disponível na internet ou pelos telefones 121 ou 0800 7070 2003.

    Comentários

    - PUBLICIDADE -

    Notícias Relacionadas

    Flávia Arruda cobra de Guedes informações sobre o Renda Brasil

    A deputada federal Flávia Arruda (PL-DF) encaminhou um requerimento ao ministro da Economia, Paulo Guedes, solicitando informações sobro o Renda Brasil. O projeto já...
    - PUBLICIDADE -

    Últimas Notícias

    Campanha solidária da Caesb ganha reforço de 3,6 mil sabonetes

    A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) recebeu da Rede D´Or, nesta terça-feira (30), uma doação de 3,6 mil unidades de sabonetes...

    Doações do Pátria Voluntária para o DF

    A presidente do conselho do Programa Pátria Voluntária, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, e a secretária de Desenvolvimento Social do Distrito Federal, Mayara Noronha Rocha,...

    Brasil registra terceiro pico de morte por covid-19

    Nesta terça-feira (30), o Brasil teve o terceiro maior pico de registros de mortes em 24 horas desde o início da pandemia. Foram 1.280 novos óbitos....

    GDF Presente reforma Pontos de Encontro Comunitários no Gama

    Equipes do GDF Presente lavaram toda a área da Torre de TV. Foto: Divulgação/GDF Presente Os moradores do Gama vão ganhar equipamentos de esporte e...

    Pouco mais de 1 milhão de declarações do IR caíram na malha fina

    A seis horas do fim do prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2020, 1.015.918 contribuintes haviam caído na malha...